28 de maio de 2024
Uncategorized

Procura-se empresário de ônibus

Foto: Arquivo Google

Desde quando foi conduzido de forma coercitiva para prestar depoimento à Polícia Federal na Operação Quinto do Ouro, que pegou conselheiros do Tribunal de Contas do Estado (TCE), o empresário de ônibus Amaury de Andrade está sumido. Não atende ligações, não responde mensagens. Dono da empresa 1001, ele é apontado como o operador da propina para o TCE. Chama atenção o fato de que na operação recente, que prendeu os maiores empresários do setor, ele não tenha sequer sido chamado para depor. Está com cheiro de que vem delação premiada por aí….
Dias contados
Pelo andar da carruagem, o Rei Arthur vai perder o trono em breve. A investigação da força-tarefa da Lava Jato do Rio está bem perto de pegar o empresário Arthur Soares, maior detentor de contratos de serviços com o governo Cabral. O bunker dele ficava na avenida Visconde de Pirajá, número 572, 7º andar, em Ipanema. Dentro das salas blindadas e com bloqueador de celular, ele fazia os acertos sigilosos.
Detalhe
A empresa de Amaury tinha apenas uma linha de Niterói para o Rio. Hoje, são cerca de dez. Todas autorizadas por uma canetada no Departamento de Estradas de Rodagem, chefiado muito tempo por Rogério Onofre, preso na operação dos ônibus por ter recebido R$ 40 milhões em propina.
Na cola dos bichos
Os animais que estão sendo apreendidos ao invadir ruas da cidade estão começando a ganhar chips. O projeto da prefeitura, ainda em teste, quer monitorar os bichos para evitar que entrem numa via de trânsito. Assim, a equipe se desloca e evita acidentes.
Bem na fita
O aeroporto do Galeão tem sido eleito o melhor do país em levantamentos recentes auditados pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). A pontualidade é o item mais elogiado.
Profissional
Político de carteirinha, Crivella adota uma tática nas reuniões das quais participa. Quando se vê numa sinuca de bico, cita uma passagem bíblica e acalma os ânimos.
Extinção
A cidade chegou a ter mais de mil “verdinhos”, aqueles agentes de trânsito da prefeitura. Com o fim da Olimpíada e a falta atual de dinheiro, o número vem diminuindo e, hoje, sobraram 185.
Fonte: Jornal Metro – RJ

O Boletim

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *