26 de fevereiro de 2024
Tecnologia

Corridas deverão ser pagas em dinheiro ao motorista

Nesta quinta-feira (24), a Uber anunciou que está lançando a possibilidade de os usuários solicitarem corridas do Uber X ou Uber Moto pelo WhatsApp, deste modo não será mais preciso abrir o aplicativo da empresa de transporte para pedir uma corrida. 

Por ora, a novidade já está disponível nas cidades de Teresina (PI), São Luís (MA), Sobral (CE) e Juazeiro do Norte (CE). Este tipo de funcionalidade começou a ser implementado na Índia em 2021 e agora entra em fase de testes no Brasil. 

“A possibilidade de fazer uma viagem pela Uber usando o WhatsApp mostra como a tecnologia pode servir para facilitar a vida dos usuários que já permanecem conectados a este app de mensagens por todo o dia. Além disso, aqueles que têm menos familiaridade com smartphones ou não têm espaço suficiente na memória do celular ganham mais uma maneira de chamar um Uber. Assim, pretendemos oferecer viagens para ainda mais pessoas, com o mesmo padrão de segurança da Uber que já é conhecido por todos”, afirmou o diretor de comunicação da Uber no Brasil, Fabio Sabba. 

“Para a maioria dos brasileiros, o WhatsApp é como fazemos as coisas — desde verificar contas bancárias, até agendar um exame médico; e agora também poder pedir um Uber diretamente de uma conversa”, afirma Guilherme Horn, head do WhatsApp na América Latina.

Imagem: Divulgação/Uber

Como funciona? 

Os usuários devem enviar uma mensagem para o número (11) 94488-3478 solicitando a viagem. É importante informar o local de origem e o destino da viagem, além da categoria que você deseja escolher. 

É importante ressaltar que todas as viagens devem ser pagas em dinheiro diretamente ao motorista. Além disso, só é possível solicitar viagens pelo WhatsApp das 06 às 22h, pela segurança dos parceiros e usuários da plataforma. 

A Uber informou também que as corridas solicitadas por WhatsApp contam com todos os recursos de segurança da empresa, como registro de todas as viagens por meio do GPS e o acesso a motoristas parceiros que passaram por um processo de cadastramento que exige, além dos dados de CNH e CRLV, a checagem de apontamentos criminais.

Caso o usuário faça a solicitação de uma corrida na Uber pelo WhatsApp e não tenha conta na plataforma, será preciso fazer um cadastro antes de utilizar a nova função.

Fonte: Olhar Digital Por Matheus Barros, editado por André Lucena

O Boletim

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *