21 de abril de 2024
Tecnologia

Segurança Digital: proteção de nossos dados além do APP de Banco

A segurança digital vai além das nossas contas bancárias e das habituais redes sociais e e-mails. O uso de aplicativos de serviços, especialmente aqueles que lidam com fornecimento de serviços essenciais, requer uma atenção especial. Recentemente, o Governo dos Estados Unidos, em parceria com a Environmental Protection Agency (EPA), alertou que os usuários desses sistemas públicos foram os mais impactados por vulnerabilidades digitais.

Um comunicado oficial emitido ressaltou que hackers têm preferência em buscar dados de usuários em aplicativos desse tipo, o que resultou em muitas pessoas tendo suas informações vazadas. Segundo o governo dos EUA, esses sistemas são mais atrativos devido à sua infraestrutura mínima e à falta de recursos e capacidade técnica para adotar medidas rigorosas contra ciberataques.

Apesar de muitos de nós desfrutarmos das conveniências oferecidas por uma gama diversificada de aplicativos de serviços, desde aqueles que gerenciam água e esgoto até os que fornecem energia, internet e telefonia móvel, não podemos confiar unicamente na segurança proporcionada pelas empresas brasileiras, mesmo com investimentos em camadas de proteção, especialmente em conformidade com a LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados). Devemos aplicar a mesma cautela que dedicamos aos aplicativos e sistemas utilizados para transações financeiras.

Um vazamento de dados pessoais pode resultar em uso indevido por parte de pessoas mal-intencionadas, que podem abrir contas, contrair empréstimos ou até mesmo aplicar golpes em sua rede de contatos. Portanto, é fundamental não apenas confiar nas medidas de segurança das empresas fornecedoras de serviços e seus aplicativos, mas também adotar práticas seguras em relação às senhas.

Recomenda-se manter senhas robustas, alfanuméricas e com caracteres especiais, preferencialmente com mais de 10 caracteres, dificultando tentativas de “adivinhação”. Evite usar datas de aniversários ou outros eventos pessoais como senhas. Manter os aplicativos e sistemas operacionais atualizados é igualmente crucial para garantir a segurança de suas informações.

Lembre-se de que os golpistas sempre buscarão o caminho mais fácil para obter seus dados, portanto, é responsabilidade sua manter suas informações protegidas. Não confie exclusivamente em terceiros para esse processo; seja proativo e cauteloso em relação à segurança digital.

Bruno Cesar Oliveira

Bruno César Teixeira de Oliveira, com uma carreira sólida na gestão de riscos, compliance e prevenção a fraudes em instituições financeiras.

Bruno César Teixeira de Oliveira, com uma carreira sólida na gestão de riscos, compliance e prevenção a fraudes em instituições financeiras.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *