Oxandrolona: descubra se emagrece e os efeitos colaterais


Medicamento é muito usado para o ganho de massa muscular, mas especialistas alertam para os riscos desse uso.
por Amanda Cruz
Desenvolvida na década de 60 com o nome de ANAVAR, a oxandrolona era usada como um medicamento para infertilidade masculina. Posteriormente passou a ser utilizada para o tratamento da hepatite, para estímulo de crescimento, no tratamento de osteoporose, na recuperação de tecido com queimaduras e, atualmente, é muito buscada para o aumento de massa muscular. (3)
O que é oxandrolona?
A oxandrolona é um composto sintético derivado da testosterona, consumido na forma de cápsulas ou comprimidos. Seu uso mais recorrente é como opção para o tratamento injetável de reposição de testosterona para o tratamento de condições clínicas que levam ao déficit da mesma, ou seja, doenças que acarretam testosterona baixa e sintomas relacionados. (1)
Indicação da oxandrolona
A oxandrolona não deve ser usada para fins estéticos. A prescrição médica desse ativo é voltada para doenças crônicas e pacientes críticos que apresentem perda muscular por doenças consuptivas (perda involuntária de peso), como desnutrição, tumores malignos, AIDS e queimaduras graves, por exemplo. (1)
Oxandrolona no ganho de massa muscular
A oxandrolona tem efeito similar ao da testosterona e faz parte do grupo dos chamados esteroides anabolizantes. Esse tipo de medicamento é produzido sinteticamente a partir da mudança de uma ou mais ligações químicas na molécula de testosterona.
Foi desenvolvida para aumentar o anabolismo muscular, portanto, aumentar a massa muscular sem os efeitos masculinizantes da testosterona. Vale definir aqui anabolismo: é um conjunto de processos do nosso corpo responsável por sintetizar as substâncias mais complexas a partir de outras mais simples.
Saiba mais: Dieta para Ganhar Massa Muscular: como fazer e o que comer
Ela oferece esse efeito por atuar diretamente nos receptores dos músculos, estimulando seu desenvolvimento celular, principalmente quando associada à uma dieta hipercalórica e atividade física.
No caso do músculo, ocorre a síntese da fibra muscular a partir de moléculas simples da digestão de açúcares e gorduras. Ao agir direto na fibra muscular, ela aumenta a síntese proteica e, consequentemente, age no aumento da massa muscular. Porém, apesar de seu efeito anabólico e sua capacidade de melhorar a força muscular, a oxandrolona não foi criada para esse propósito e não deve ser usada para performance esportiva. (1, 2)
Oxandrolona emagrece?
Nos últimos tempos, criou-se um mito sobre oxandrolona emagrecer. O remédio, no entanto, não contribui diretamente com a perda de peso, mas sim para o aumento do apetite. Porém, como ele também ajuda a aumentar a intensidade nos treinos, essa equação acaba equilibrada, facilitando a perda de peso. O que a oxandrolona faz é proporcionar uma mudança da composição corporal, auxiliando o ganho de massa magra, que, por sua vez, ajuda a eliminar a gordura.
O emagrecimento pode ocorrer como consequência, uma vez que o paciente que tem indicação do uso terá benefício na força e nos treinos de explosão. Entretanto, como dito anteriormente, esse remédio não deve ser prescrito para essa finalidade. (1, 2, 3)
Efeitos da oxandrolona
O principal efeito em ambos os sexos é o ganho de massa muscular e diminuição de gordura. Nos homens, especificamente, a vantagem em relação a testosterona é não causar ginecomastia (aumento de mamas), pois não ocorre a atividade enzimática que converte a testosterona em estradiol (hormônio feminino).
Saiba mais: 3 vantagens do ganho de massa muscular para a saúde
Além disso, tanto nos homens quanto nas mulheres, a oxandrolona tende a promover efeitos anabolizantes, apresentando aumento de massa muscular e redução do percentual de gordura, melhora de sintomas como fadiga e baixa libido. Esses seriam os efeitos positivos do tratamento quando indicado corretamente. (1, 2, 3)
Riscos e efeitos colaterais da oxandrolona
Os riscos da oxandrolona estão relacionados, principalmente, ao consumo de doses elevadas e uso prolongado. São eles:
Toxicidade hepática
Avanço de idade óssea em crianças
Irregularidade menstrual
Aumento de pelos corporais
Aumento do clitóris nas mulheres
Atrofia testicular nos homens
Aumento das concentrações de glicose e gorduras no sangue
Insônia
Irritabilidade
Impotência sexual
Retenção hídrica
Queda de cabelos
Oleosidade no corpo
Acne
Irregularidade menstrual
Arritmia cardíaca
Problemas de fígado
Pele oleosa
Aumento do risco de trombose
Surgimento de alguns tipos de cânceres (1, 2, 3)
Saiba mais: Coma um ovo por dia para ganhar músculos e perder gordura
Oxandrolona pode ser prescrita para ganho de massa?
Apesar de alguns médicos prescreverem a oxandrolona para o ganho de massa para pacientes sem indicação clínica, vale lembrar que o Conselho Federal de Medicina não aprova o uso da mesma para fins estéticos.
A prescrição da oxandrolona está autorizada para pacientes com doenças crônicas e pacientes críticos que apresentem perda muscular por alguma doença. O uso recreativo da oxandrolona também não está autorizado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA). (1, 3)
Contraindicações
Pacientes hipertensos
Cardiopatas
Pessoas com alterações hepáticas
Portadores de distúrbios de coagulação
Gestantes
Lactantes
Pacientes com histórico de câncer de mama
Pacientes com histórico de câncer de próstata
Pessoas com diabetes (1, 2, 3)
Referências
(1) Elaine Frade Costa, especialista da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia Regional São Paulo (SBEM-SP)
(2) Leonardo Motta, endocrinologista e nutrólogo da All Clinik
(3) Elaine Ferraz, nutróloga

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *