23 de fevereiro de 2024
Colunistas Lucia Sweet

O novo ministro


Concordo inteiramente com o Ministro da Saúde Nelson Teich quando ele fala sobre a importância da informação. Ele disse, entre outras coisas, que uma das características da covid-19, é a “POBREZA de informação sobre a doença, sobre a evolução dela, sobre possíveis tratamentos. E isso aí leva a um nível de ansiedade e medo que é enorme.” E ele disse também que vivemos não só um problema clínico, que é cuidar da doença, mas administrar todo o comportamento de uma sociedade, que hoje está com muito medo“.
Ou seja, como pouco se sabe realmente sobre a doença NÃO existe uma recomendação CIENTÍFICA sobre o que deve ser feito, ao contrário do que dizia o vendetta, que já foi tarde.
O medo foi criado e provocado pela extrema imprensa, que, sem sombra de dúvida, faz parte de uma nova ordem mundial, e trucida governos e eleitorado conservadores no mundo inteiro.
A imprensa ignora como a Suécia, a Islândia e a Holanda não fizeram quarentena, apenas recomendações. Cita à exaustão a Itália e Espanha que fizeram isolamento horizontal e foi um fracasso. Não noticia os países que estão afrouxando a quarentena e reabrindo o comércio. Ignora as curas e dão manchete a UMA morte. Despreza os tratamentos experimentais que estão salvando tantas vidas e evitando a internação. Esconde que os hospitais estão às moscas.
Nenhuma decisão precipitada será tomada . Tenho certeza. Temos agora um ministro da Saúde que não é político. E temos também um Presidente que governa para TODOS os brasileiros, não apenas para o grupo de risco (do qual faço parte) e para os ricos, que estão adorando a quarentena, enquanto empresas quebram e chefes de família perdem o emprego. A fome mata mais do que qualquer vírus.
Enfim. É claro e cristalino que o vírus está sendo usado para os políticos corruptos roubarem como nunca e tentarem depor o Presidente Bolsonaro. Não conseguirão. Serão investigados, processados e vão para o esgoto da história política do Brasil, junto com o estuprador de cabras , seus comparsas e todos os outros que estão soltos e nem viraram réus ainda graças aos “amigos” de toga vermelha.

Lucia Sweet

Jornalista, fotógrafa e tradutora.

Jornalista, fotógrafa e tradutora.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *