28 de maio de 2022
Junia Turra

Quem quer minar a indicação de Eduardo Bolsonaro?

Foto: Arquivo Google – Varela Notícias
A turma velhaca do FHC, dos “oclinhos”, “barba” e da “TL”, aquela geração com narizinho empinado, intelectualoides que f… o país e continuam na ativa. Muitos enfiados em colunas de jornais paulistanos, principalmente.
É essa gente que tem parentes e amigos enfiados na Diplomacia, especialmente nos USA. Tudo dominado, orquestrado.
Os de carreira que não são da “turma”, trabalham como burros de carga.
E o aparelhamento não fica só nos USA, não. Só que na Europa, distribuíram consulados e embaixadas para parente do cabeleireiro da Marisa, sindicalistas e o baixo clero.
Ah, FHC, Boca de Godê Duplo,  você, o Serra Grampo e a sua turma, os diretos e coligados. Nunca foi perseguido. Nem isso. Saiu pela porta principal com apoio da alta patente militar, parente direto, hein?
Fundação FHC e você passou a bola para o grande companheiro Lula. Fundações que recebem doações de Soros. E a teia é enorme.
Lembra FHC daquele seu parceiro intelectual que você colocou como Embaixador na Republica Tcheca? Pois é…
Ele dispensou a residência oficial e foi morar em “Villa”, em área nobre.
O então Cônsul em Praga ficou na residência oficial e dava festas espetaculares…
Inclusive ele deixou o embaixador italiano em pé enfiado na neve até os joelhos, a 25 graus negativos por uma hora.
Ficou de dar uma carona a ele para irem a uma cerimônia na Embaixada Americana. Motivo do cônsul  brasileiro para o atraso? Mandou trocar o carro porque ele não combinava com os sapatos que ele usava.
Impressionante, Verdevaldo tem o apoio dessa turma. Claro, Soros, FHC, Verdevaldo… Verdevaldo desesperado criou um grupo de apoio no Facebook.
Já  declinei do convite e continuam mandando solicitação.
Não vale a pena nem se infiltrar. Verdevaldo é pecinha descartável na engrenagem. As postagens ? Nem estagiário do MST tem paciência.
América First! Brasil First! Rússia First! Itália First! Austrália First! …. on the Right…
A URSAL ? OUT !
E assim funciona…
Eduardo Bolsonaro, desde que Bolsonaro foi eleito presidente, é quem dá entrevistas para as emissoras internacionais.
Se prepara bem e usa um  discurso direto. Impõe respeito. Nunca utilizou o “escambo”.
Chamou a atenção e garantiu o apoio da equipe do Trump.
Na sequência, garantiu a entrada livre junto ao presidente americano e a família dele.
Diplomacia é isso…
Agora é só desaparelhar…
E cortar custos.
E aprenda, não há nepotismo. Eduardo foi o parlamentar eleito por milhões de brasileiros para dar suporte ao presidente.
O Presidente pode nomear um Diplomata de carreira ou um Embaixador.
Não reclama porque antes, em governo anterior, não tinha nem papel pra fazer passaporte, mas não faltava champagne para essa turma e você ficou caladinho…

author
Jornalista internacional, diretora de TV, atualmente atuando no exterior.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.