Par de mequetrefes desalmados

Comentarista e biógrafa da Realeza escracha o baixíssimo nível do casal, outrora real. Não são mais duque e duquesa. O príncipe virou sapo. Bem de acordo com a sapa que o acompanha. Que coaxem bem longe, em outra freguesia.

A Nobreza de Alma não requer título.

O casal Réuri e Meghanlomaniac perdeu os títulos de nobreza: a única que possuíram!

Os bastidores da situação foram tão lamentáveis que a entrevistada não consegue esconder o quanto foi lamentável.

Na legenda:  “péssimos modos” do casal. Entenda como falta de traquejo, classe, consideração, respeito e nobreza de caráter. Dois sem caráter!

Para  quem não  entende inglês, tente a tradução automática no YouTube. Ou posso traduzir com calma depois.

Angela Kevin, a  entrevistada, é pesquisadora, especialista na Realeza, Historiadora, biógrafa da família real.

É de doer na alma ouvir a nítida decepção de quem poderia dizer muito mais, mas muito… porque há muito mais.

Escândalos, berros e ataques da atriz de segundo escalão do quadro permanente das festas de suruba “mode on” em mansão no Canadá.

Ah, o babaca ex- Real, foi ficando nervosinho, irritado, depois que se envolver com essa desqualificada de quinta categoria. Da orgia sodomista em mansão no Canadá para o Palácio de Buckingham?

Ao invés dela virar nobre, preferiu ficar rica e investir no papel de feminazi que derrubou a Monarquia.

Já que nunca chegariam a ser Rei e Rainha e não tem luz própria entrar para a História com patrocínio do Soros, assessores e apoio dos pares sodomistas Clinton e Obama.

Mas escolheram o par errado.

Sem carisma, feios com vontade e burros.

E a popularidade? Abaixo da sola do pé.

E não dá mesmo pra encarar:

A Rainha vai fazer 94 anos. Harry não falou nada com ninguém. Com o pai, só depois que o caldo entornou.

Depois que a Família  Real soube, inclusive que ele queria os bens a que tinha direito – isso noticiado com discurso barato deles, circo montado. E pegou todos de surpresa.

Até tu, Brutus?

Indesculpável….Toda família tem um traste ou mais de um. Seja do próprio sangue, bastardos  ou agregados (maridos, mulheres)
Quem tem família sabe. Na minha tem Harrys. Na sua, também.

Imperdoável.

Há coisas na vida que são imperdoáveis.

Jesus perdoou o bom ladrão. Não perdoou o ladrão que não se arrependeu!

Foi traído por Judas, um apóstolo, “irmão”.

E expulsou os vendilhões do Templo.

A Rainha disse: o nosso tempo, o nosso  pensamento ou sentimento envolve algo maior, cada um que está no nosso Reino e esteve nele e lutou, viveu e morreu por ele. Resolvidas as questões legais e de praxe, está levantada a ponte (ponte levadiça)…  O Reino precisa dos seus.

The End!

É isso… Tempo pra quem merece o nosso tempo, a quem nós queremos bem e nos faz bem.

Temos  muito a fazer e a vida é curta.

God Save The Queen!

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *