17 de abril de 2024
Colunistas Ilmar Penna Marinho

Bem-vindo 2024

O ano de 2023 não deixou saudades na conjuntura mundial e no cotidiano brasileiro.

Vivemos tempos bélicos, a começar pela invasão militar russa na Ucrânia e pela ocupação do seu território, e que, segundo o líder russo, o conflito “Só acaba quando a Rússia vencer”.

No trágico 7 de outubro, outro conflito eclodiu com o brutal ataque de extremistas palestinos contra cidades israelenses, com a captura de reféns.
O que gerou uma violenta retaliação israelense com bombardeios e incursões militares da chamada Operação Espadas de Ferro.

Com longas negociações internacionais, alcançou-se uma trégua em Gaza, uma região das mais povoadas do mundo. Alguns reféns foram libertados, mas, a trégua só durou uma semana!

Longe da onda de islamofobia e antissemitismo, o Brasil, uma democracia que se orgulha de “seu passado e presente pacíficos”, se defrontou em 1 de janeiro de 2023 com a volta ao poder de um ex-atrás-das-grades na condução do destino do país.

Em apenas um ano de governo, ele promoveu um “retrocesso civilizatório” com o proclamado déficit de R$130 bi e o descrédito internacional com a fracassada proposta brasileira de paz nas Nações Unidas.

Ainda bem que o bom velhinho Papai Noel, como ressaltei na crônica natalina, colocou o abençoado presente da esperança, debaixo das árvores de Natal dos brasileiros.

Ele confia que o pais há de reencontrar a sua vocação de grande nação e deixar de ser a atual república desgovernada, sem rumo e sem futuro.

Confia na virada patriótica para a reconstrução do Brasil e para a bandeira verde-amarela voltar a tremular na vitória da paz na comunidade global.

Que Deus proteja o mundo das guerras e o Brasil da desordem e do retrocesso.

Ilmar Penna Marinho Jr

Advogado da Petrobras, jornalista, Master of Compatível Law pela Georgetown University, Washington.

Advogado da Petrobras, jornalista, Master of Compatível Law pela Georgetown University, Washington.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *