Por que uma picape é o veículo mais vendido no Brasil hoje?

O release da Fiat anuncia orgulhosamente que a Nova Strada foi o veículo mais emplacado no país durante o mês de março de 2021, com 10.268 unidades, sendo também o modelo mais vendido no período, abocanhando 5,8% de todo o mercado de automóveis. Por que uma picape vende tanto?

Bom, para começo de conversa, a Strada foi totalmente renovada recentemente – daí o “nova” em seu nome –, ganhando desenho e mecânica mais modernos. Novidade, como sabemos, é sempre um ótimo argumento de venda, especialmente quando se trata de automóvel. E mesmo que sejam as versões mais baratas, com cabine simples (para apenas dois ocupantes) e perfil operário as que efetivamente vendem mais, o fato de a cabine dupla vir agora com quatro portas (acima) também ajuda muito. Afinal, essa configuração colocou a Strada para brigar – também – com outros carros compactos, como os hatchs, pequenos sedãs e SUVs em faixa de preço concorrente.

A propósito, em dezembro último, postei aqui no blog, com um vídeo na TV Rebimboca, um test-drive que fizemos com a Strada Volcano cabine dupla, mostrando o carro em detalhes (veja aqui) e no vídeo abaixo. São fotos dessa matéria que ilustram este post, assim como algumas de sua versão Freedom, que em breve postarei aqui. Em minha avaliação, mostro os atributos (e alguns defeitos) que fazem dessa picape um rival para outros tipos de carro, principalmente SUVs.

Mas, além da versatilidade e do custo-benefício, penso que um outro fator tem contribuído para as boas vendas desse utilitário leve: a pandemia. Em primeiro lugar, porque com as restrições ao trânsito de pessoas (algo apropriado, dadas as tristes consequências de aglomerações) e o aumento nas vendas pela internet, WhatsApp, telefone etc., com entrega em domicílio, dispararam. Para atender a essa demanda, muitas empresas, incluindo as pequenas e médias, investiram nesses modelos para sua logística. Quando não diretamente, contratando outras empresas, especializadas, que estão aumentando suas frotas.

Em segundo lugar porque empresas concorrentes – e em especial a Chevrolet, que produz o campeão de vendas Onix hacth e outro peso-pesado, sua versão sedã – se viram obrigadas a reduzir ou mesmo suspender sua produção por causa da falta de alguns componentes eletrônicos. Essas peças, algumas importadas, têm sua entrega atrasada também por conta da covid-19. Menos produção, sem estoque de veículos, claro, significa menos (ou zero) vendas.

Não por acaso, a Fiat Toro – que ocupa o degrau acima no segmento das picapes – também está vendendo muito bem, obrigado, chegando a 6.708 unidades em março, 3,8% do total de carros vendidos no país, melhor desempenho comercial desde o seu lançamento.

Afinal de contas, em tempos de crise, utilitarismo ganha ainda mais importância nas decisões de compra, e essas picapes não têm o “utilitário” no nome apenas como enfeite.

Fonte: Blog Rebimboca

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *