Maserati Grancabrio, meu conversível inesquecível


Sou daqueles que têm saudades de muitos carros que dirigiu – até porque tive a sorte de dirigir muitos carros, dos mais variados tipos, estilos e preços. Com esse aí das fotos, um Maserati Granturismo Cabriolet Sport (ou Grancabrio), fiz uma longa e maravilhosa viagem pela costa da Califórnia, entre Los Angeles e San Francisco, ida e volta, em 2015. Uma foto sugerida pelo Facebook em minha linha do tempo despertou a lembrança e, com ela, a vontade de fazer este post.

É claro que o cenário e as circunstâncias – gravávamos para o Oficina Motor – ajudaram e muito para que a experiência fosse memorável. Mas poucas vezes tive chance de guiar um modelo que reunisse tantas qualidades; coisas que você até encontra em outros automóveis, cada uma delas muitas vezes em doses até maiores, mas dificilmente assim, “em um só pacote”.

O bicho anda bem (são 460cv que o levam de 0 a 100 km/h em menos de 5 segundos), tem o motor V8 aspirado com o melhor som do mundo (que você pode deixar ou não soar alto, por meio de um botão no console), tem tudo o que é necessário em termos de acessórios e equipamentos, acelera como um esportivo, mas é confortável como um bom sedã de luxo (e leva quatro pessoas). E seu comportamento geral parece ter sido cuidadosamente afinado para fazer com que você não queira que longas viagens terminem nunca. Um ‘estradeiro’ e tanto.

E é conversível (!), com um tal nível de acabamento refinado, que é possível rodar com a capota aberta e até gravar depoimentos para um programa de TV sem que o ruído do vento incomode. Basta levantar os vidros.
Defeitos? Bem, o porta-malas não é dos maiores, talvez seja um pouco comprido, com um entre-eixos grande demais para ser levado para uma pista e… sei lá, um dos MEUS defeitos é lembrar melhor das boas lembranças que das ruins.
Mas, acima de tudo, ele é lindíssimo, por dentro e por fora, uma verdadeira obra de arte em curvas e volumes, daqueles carros que a gente veste como se fosse uma roupa sob medida criada por um grandre estilista. E, de certa forma, é mesmo – e a assinatura do Studio Pininfarina está aí embaixo para comprovar.

A seguir, vão aí mais algumas fotos do carro e da viagem. Seu uma saudade…






Maserati GranTurismo Cabriolet, Dodge Viper GTS e Porsche GTS Cabriolet |
Foto: Henrique Koifman

Fonte: Blog Rebimboca

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *