18 de abril de 2024
Vinhos

Vinho tem textura?

Imagem: Freepik

Estamos tão acostumados com aromas e sabores que nunca nos lembramos que os vinhos têm mais uma característica que deve ser avaliada: a textura.

OK, já escutamos o “do que vocês estão falando?”.

Para alguns leigos, falar em texturas líquidas pode soar muito estranho, do outro mundo. Mas elas existem e são percebidas pela nossa mucosa oral.

Vamos deixar o vinho de lado por um minuto, durante o qual, convidamos o leitor a pensar num alimento. Ao prová-lo, podemos experimentar diferentes sensações como suculência, cremosidade, maciez, firmeza, pungência, calor, frio e algumas outras.

Estaríamos errando ao afirmar que estas são texturas?

É fácil imaginar que elas também existem para os líquidos, vinhos incluídos.

Fazendo uma analogia com aromas e sabores, não é difícil identificar a presença de texturas numa degustação. Algumas podem, inclusive, sinalizar problemas no vinho, como pedaços de rolha, ou problemas no serviço, quando cristais de tartarato são sentidos na boca (despeçam este Sommelier).

Dois fatores, pouco utilizados por enófilos menos experientes, quantidade e intensidade, ganham um peso maior na hora de avaliar as texturas. Vinhos tintos, por conta dos taninos, servem de exemplo: um vinho muito tânico (quantidade) tem uma presença (na boca) desagradável (intensidade).

Para os brancos precisamos de maior sutileza. A acidez é quem vai ditar a característica mais presente. Um Sauvignon Blanc pode ter sensações muito ásperas em comparação a um Chardonnay que é mais “arredondado”.

A gama de sensações possíveis é muito ampla e cada tipo de vinificação pode introduzir algo novo e inesperado. Vinhos que passam por madeira trilham um caminho, vinhos que amadureceram sobre as borras vão por outro e assim por diante.

O grande espetáculo é a nossa capacidade de identificar e apreciar cada uma destas diferentes texturas e compreender o seu significado.

Agora, quando o seu amigo usar uma expressão como “este vinho dá para mastigar”, não o trate como um extraterrestre; aprenda com ele!

Saúde e bons vinhos!

Tuty

Engenheiro, Sommelier, Barista e Queijeiro. Atualiza seus conhecimentos nos principais polos produtores do mundo. Organiza cursos, oficinas, palestras, cartas de vinho além de almoços ou jantares harmonizados.

author
Engenheiro, Sommelier, Barista e Queijeiro. Atualiza seus conhecimentos nos principais polos produtores do mundo. Organiza cursos, oficinas, palestras, cartas de vinho além de almoços ou jantares harmonizados.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *