25 de maio de 2024
Vinhos

Qual a taça ideal para Vinho do Porto?

A associação Wines of Portugal promove, regularmente, interessantes cursos, seminários e degustações, sobre o mundo do vinho em Portugal. Recentemente, o Prof. G e eu, participamos de uma aula, seguida de um difícil teste, sobre as regiões vinícolas da “terrinha”, ministrada pelo excelente Alexandre Lalas.
Vários aspectos pouco conhecidos por nós foram abordados, mas, um em especial, prendeu a nossa atenção: qual seria a taça ideal para degustar um vinho do Porto?
Ao contrário de outros países produtores, tipicamente do Novo Mundo, em lugar de privilegiar uma casta específica como seu cartão de vista vínico, Portugal valoriza a sua diversidade de castas, única no mundo, não tendo uma uva insigne, mas um vinho icônico, o Porto.
A taça ideal para degustar um vinho tem sido motivo de diversos estudos. Um dos mais renomados fabricantes de taças de cristal, a Riedel, produz formatos específicos para cada tipo de vinho conhecido. Um de seus diretores faz regularmente um giro por diversos países, demonstrando com degustações muito bem orientadas, a sua tese.
O vinho do Porto não foge à regra. Desde que me conheço por gente, via no bar da minha casa a garrafa decantadora e os “copinhos” igualmente decorados, destinados a servir e degustar este vinho.
Herdei os copinhos, é o primeiro à direita na foto que ilustra este texto. Durante muito tempo usei-os no serviço do Porto.

Por 1-min

Mais tarde, influenciado pelo que era habitual nos elegantes restaurantes que frequentei ou na casa de amigos enófilos, utilizei diferentes cálices e até mesmo outros recipientes mais simples, nunca me preocupando muito se haveria uma taça adequada. (ninguém usava o copinho decorado…)
Na última viagem a Portugal, justamente quando visitei as caves da Taylor’s, em Vila Nova de Gaia, fui apresentado à taça que fora especialmente desenvolvida para este fortificado. Na foto ilustrativa, é a que está no centro da imagem. Tecnicamente é uma taça ISO, padrão em degustações técnicas, um pouco enfeitada e só.
Lalas, ao comentar o assunto, afirmou que ele prefere degustar este vinho numa taça comum, como a que está à esquerda na foto. Segundo ele, devemos apreciar cor, aromas e sabores, como qualquer outro vinho, para isto, a taça tipo Bordeaux é a ideal.
Pesquisando um pouco, cheguei ao site da Taylor’s (*), que tem uma página explicando como deve ser consumido um dos seus vinhos. Reproduzo o parágrafo sobre as taças:
“O tipo de copo correto
Nos últimos anos tem havido uma explosão no mercado de copos para vinho de diferentes formatos, todos a manifestarem a sua capacidade de oferecer a mais incrível das experiências vínicas através da sua forma e design. Só podemos estar agradecidos, pois isto permite-nos dizer adeus ao copo do tamanho de um dedal tão frequentemente utilizado e que tem sido a desgraça do vinho do Porto através dos tempos.
Não pense que tem que gastar uma fortuna nos seus copos para vinho do Porto. Use sim um copo de proporções adequadas, de vidro de boa qualidade. Isto permitirá apreciar corretamente os poderosos aromas e sabores que o vinho do Porto oferece. Com certeza não irá beber um bom Borgonha branco num copo minúsculo. Então porque fazer isso com um bom vinho do Porto? Não abafe o vinho, mas realce-o proporcionando-lhe o copo correto”.
Acho que isto encerra, de forma brilhante, esta discussão.
Vinho da Semana: um porto, sem dúvida. Beba gelado, como um branco, se possível numa boa taça.
Por 2-minPorto Tawny Maynard’s – $$
Demonstra a suavidade e o caráter frutado dos melhores Portos. Em boca este vinho combina harmonicamente elegantes notas de frutas maduras, frutas secas e canela.
Compre aqui: http://www.vinhosite.com.br/vinho-do-porto-tawny-maynards-tinta-roriz-touringa-franca-touringa-nacional/p
Ofertas Vinho Site: http://www.vinhosite.com.br/vinhos-da-semana
(*) http://www.taylor.pt/pt/apreciar-porto/copos-vinho-do-porto/
legenda
 
 
 
 

vinhoclube-o_boletim-novo

Tuty

Engenheiro, Sommelier, Barista e Queijeiro. Atualiza seus conhecimentos nos principais polos produtores do mundo. Organiza cursos, oficinas, palestras, cartas de vinho além de almoços ou jantares harmonizados.

author
Engenheiro, Sommelier, Barista e Queijeiro. Atualiza seus conhecimentos nos principais polos produtores do mundo. Organiza cursos, oficinas, palestras, cartas de vinho além de almoços ou jantares harmonizados.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *