Os Melhores de 2017 – I


Listas não faltam, há para todos os gostos. Algumas são famosas e importantes, outras são apenas curiosidades. A partir desta semana, vamos fazer um resumo do que já foi divulgado até a presente data, sem nenhuma pretensão de esgotar o assunto.
O resultado mais influente, atualmente, é o Top 100 da revista Wine Spectator. Com a dita aposentadoria de Robert Parker e a mudança editorial na Wine Advocate, a lista dos melhores da Spectator é aguardada com enorme expectativa por enófilos e comerciantes do mundo do vinho.
Eles vão soltando os 10 melhores aos poucos, até divulgarem todos os premiados. Vamos ao que interessa:
1 – Duckhorn Merlot, Napa Valley, Three Palms Vineyard, 2014
2 – K Syrah, Walla Walla Valley, Powerline Estate, 2014
3 – Château Coutet, Barsac, 2014
4 – Casanova di Neri Brunello di Montalcino, 2012
5 – Château de St.-Cosme, Gigondas, 2015
6 – Domaine Huët, Vouvray, Demi-Sec Le Mont, 2016
7 – Château Canon-La Gaffelière, St.-Emilion, 2014
8 – Meyer Cabernet Sauvignon, Napa Valley, 2014
9 – Pahlmeyer Chardonnay, Napa Valley, 2015
10 – Booker Oublié, Paso Robles, 2014
Bastante eclética, há um pouco de tudo. Destaque para o Syrah de Walla Walla, estado de Washington, EUA, uma pérola que venho mencionando há muito tempo. Surpresa total para um Merlot em 1º lugar. Depois do filme Sideways, esta grande uva foi bastante discriminada e marginalizada. Volta com força total.
A lista completa neste link: http://top100.winespectator.com/lists/
Outra publicação de respeito é a Wine Enthusiast, um magazine da geração on line. Sua relação dos 100 melhores difere da anterior em critérios de seleção e de julgamento. Tem um público alvo bem definido.
Os melhores:
1 – Gary Farrell 2015 Russian River Selection Chardonnay
2 – Produttori del Barbaresco 2011 Rabajà Riserva
3 – Alta Vista 2013 Single Vineyard Temis Malbec
4 – Trimbach 2013 Réserve Riesling (Alsace)
5 – Alvear NV Solera 1927 Pedro Ximénez
6 – Williams Selyem 2014 Coastlands Vineyard Pinot Noir (Sonoma Coast)
7 – Abbazia di Novacella 2015 Praepositus Kerner
8 – Château Vignelaure 2016 Rosé
9 – Taylor Fladgate NV 325 Anniversary
10 – Easton 2014 Old Vine Rinaldi Vineyard Zinfandel
Esta lista tem um forte apelo econômico, são vinhos acessíveis e muito interessantes. Uma nítida tendência aos produtos norte-americanos. Um dos seus critérios é a disponibilidade naquele país. Destaque para o Alta Vista da Argentina.
A lista completa neste link: http://www.winemag.com/toplists/enthusiast-100-2017/
O crítico James Suckling tem grande influência nos países orientais, o que não é pouco, se levarmos em conta que a China, hoje, é o maior mercado consumidor. Sua lista se baseia nos 16.000 vinhos que provou durante o ano, tarefa que contou com ajuda de alguns colaboradores. Passou um longo período na América do Sul, o que influenciou a sua lista. Eis os 10 melhores:
1 – Almaviva Puente Alto 2015
2 – Petrolo Valdarno di Sopra Galatrona 2015
3 – Seña Valle de Aconcagua 2015
4 – Vasse Felix Cabernet Sauvignon Margaret River Tom Cullity 2013
5 – Clos Apalta Valle de Colchagua 2014
6 – Catena Zapata Chardonnay Mendoza Adrianna Vineyard White Stones 2014
7 – F.X. Pichler Riesling Wachau Ried Kellerberg Smaragd 2016
8 – Littorai Pinot Noir Sonoma County Sonoma Valley Sonoma Coast The Haven Vineyard 2015
9 – Fattoria Le Pupille Maremma Toscana Saffredi 2015
10 – Château Ducru-Beaucaillou St.-Julien 2014
Muito pessoal, mas importante para os consumidores brasileiros. Faz justiça aos ícones chilenos e argentinos. O destaque fica para o 11º lugar, nada menos que o Vega Sicilia Unico 2006, um vinhaço.
A lista completa neste link: https://www.jamessuckling.com/wine-tasting-reports/top-100-wines-2017/
Na próxima coluna apresentaremos mais algumas listas, entre elas, uma brasileira.
Saúde e bons vinhos!
Vinho da Semana: um espumante eleito “Melhor Vinho do Ano” pelo Guia Adega Vinhos do Brasil 2017/2018, principal referência de vinhos nacionais

Adolfo Lona Orus “Silvia 1972” – $$$
Um Nature Rose Clair, elaborado com as uvas tintas Merlot e Pinot Noir.
Profundo e com notas de fruta vermelha mais madura, cheio de cremosidade, bom volume de boca, acidez vibrante e final cheio e persistente, com traços minerais, de ervas, de morangos e de frutos secos.
Compre aqui: www.vinhosite.com.br

 
 
 
 
ENÓLOGO PORTUGUÊS CARLOS LUCAS PROMOVE DEGUSTAÇÕES NA CASA RIO VERDE, EM BELO HORIZONTE
A importadora de vinhos Casa Rio Verde recebe Carlos Lucas, um dos mais respeitados enólogos de Portugal e mundialmente conhecido, particularmente pelo trabalho realizado na região do Dão.
O enólogo vem a Belo Horizonte especialmente para participar de degustações com sommeliers, formadores de opinião e clientes da Casa Rio Verde e do VinhoSite, e-commerce da importadora, dias 27 e 28 de novembro.
Na oportunidade, serão degustados os seguintes vinhos:
• Ribeiro Santo Encruzado Reserva Dão DOC safra 2015
• Flor de Maio Regional Alentejano Safra 2015
• Vinha do Reino Tinto Douro DOC Safra 2013
• Ribeiro Santo Tinto Dão DOC Safra 2014
• Tom de Baton Douro DOC Safra 2014
• Ribeiro Santo Touriga Nacional Reserva Dão DOC 2013-

SERVIÇO – DEGUSTAÇÃO COM O ENÓLOGO CARLOS LUCAS

• Dia 27 (segunda-feira) – 19h30 – apresentação a clientes
• Dia 28 (terça-feira) – 15h30 – apresentação a Sommeliers
• Dia 28 (terça-feira) – 19h30 – apresentação a formadores de opinião
LOCAL: Loja da Praça Marília de Dirceu – 104 – Bairro Lourdes – BH
INGRESSOS: R$60 – https://www.vinhosite.com.br/degustacao/p

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *