17/04 – Dia da uva Malbec

Coube ao agrônomo francês Michel Pouget a chegada das primeiras mudas da casta Malbec, na Argentina, vindas diretamente da França. O Ano era 1853. Pouget havia sido contratado pela Quinta Agronômica de Mendoza para melhorar a qualidade dos vinhos produzidos na região.

17 de abril é registrado como o dia de sua chegada ao país. A data comemorativa só foi instituída a partir de 2011. Em função da situação pandêmica, os eventos que celebram este dia serão virtuais, como master classes e degustações.

Ninguém poderia imaginar que muitos anos depois da chegada de Pouget, a Malbec, uma varietal muito conhecida em Cahors e em Bordeaux, onde era utilizada no famoso corte antes da devastação provocada pela Filoxera, fosse renascer em solo estrangeiro e se tornar uma protagonista.

Hoje faz sucesso com os vinhos denominados “Malbec Argentino” e também com rótulos elaborados no Chile, na Califórnia, na Nova Zelândia e na França, pelo menos. No Brasil já se encontram algumas tímidas vinificações.

O sucesso desta casta no terroir argentino tem a mão de mais dois estrangeiros, outro francês, Michell Rolland, e o norte americano, Paul Hobbs, trazido pelo “pai” argentino do vinho Malbec, Nicolas Catena. Toda essa mudança só começa lá pelos anos 90. Incrível!

Segundo a Wines of Argentina, vinhos elaborados com esta casta são exportados para 129 países. O Brasil é o 3º maior importador, atrás da Inglaterra e dos Estados Unidos.

Mendoza não é o único terroir argentino. Duas outras regiões se destacam, a Patagônia e o noroeste do país: Vale Calchaquí (Salta), Chañar Punco, Quebrada de Humahuaca.

Cada local destes tem suas próprias características resultando em vinhos únicos. Para os paladares treinados, é fácil identificar cada um deles.

Vamos homenagear esta uva, que caiu no gosto dos enófilos brasileiros, indicando um bom vinho de cada região. Para aqueles que forem aventureiros, sugiro que organizem uma degustação comparativa. Vai ficar na memória, para sempre.

Da região de Mendoza: Achaval Ferrer Malbec

Da Patagônia: Humberto Canale Malbec

Do Noroeste argentino: Colomé Estate Malbec

São três excelentes vinhos. Existem diversas outras opções caso não encontrem essas recomendações. A ideia é ter um bom momento de diversão e, quem sabe, treinar o paladar.

Saúde e bom dia da Malbec!

Créditos: imagem de abertura por María Fernanda Pérez por Pixabay

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *