Cumpra-se a lei

Sem essa de que ela poderá ser mudada.

Justiça (Gil Ferreira/SCO/STF/VEJA)

Não há contradição alguma, como querem o PT e os equivocados, no fato de Lula ser preso por conta de uma legislação que poderá ou não mudar no futuro – a prisão em 2ª instância.
É ela que existe. Foi reafirmada, ontem, pela quarta vez consecutiva em dois anos, pelo Supremo Tribunal Federal durante o julgamento do pedido de habeas corpus de Lula. Até que se invente outra legislação, vale a que está ai.
O ministro Marco Aurélio de Mello anunciou que levará na próxima quarta-feira à ministra Cármen Lúcia o pedido de julgamento urgente de duas ações que acabam com a prisão em 2ª instância.
Que o faça. Mas isso não significa que o pedido será atendido.
O mais provável é que entre numa longa fila de ações e de pedidos de habeas corpus que esperam a vez de ser julgados.
Só habeas corpus são mais de 5 mil.
Fonte: Blog do Noblat

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *