14 de abril de 2024
Colunistas Professor Taciano

O Brasil é pra amadores, sim senhor!

Certa feita um amigo me disse: “ professor! O Brasil não é pra amadores”. Mas eu vou contrariar essa tese do meu amigo e provar que ele está errado.

Quando leio nos jornais e ouço nos noticiário televisivos e radiofônicas o “bate-boca”, com uso de palavras de baixo calão, entre o atual presidente da república federativa do Brasil, Lula e o ex, Bolsonaro, tenho a convicção de que de fato, e de direito, o Brasil é um pais para a amadores.

A falta de respeito, de maturidade, de urbanidade e acima de tudo o desmerecimento do cargo que ocupam ou ocuparam, dá o verdadeiro significado do que o pais é, hoje.

Os ataques

Em mais uma atitude indigna, o mandatário atual do pais, Lula (PT) voltou nesta terça-feira (6) a atacar o seu desafeto preferido e ex-presidente, Jair Bolsonaro chamando-o de uma meia dúzia de adjetivos nada apreciáveis: maluco, aloprado e ignorante durante um evento em Belford Roxo (RJ).

Ao criticar a paralisação de obras do Minha Casa, Minha Vida no governo anterior, Lula afirmou que Bolsonaro “não entendia nada, a não ser de falar bobagem, a não ser de pregar o ódio e ofender os outros”.

Me parece que Lula ao fazer essas declarações se enxerga no próprio espelho, pois para quem ja disse em alto e bom som e com todas as forças dos seus pulmões que iria “foder o Moro” assim que pudesse, dizer que Bolsonaro prega o ódio e ofende os outros parece uma grande piada do petista.

“Parece que o maluco que governou esse país era um aloprado. Ele não entendia nada, a não ser de falar bobagem, a não ser de pregar o ódio e ofender os outros. O cara deixou morrer 700 mil pessoas nesse país dizendo que a Covid era uma gripezinha. Ignorante. Um cara ignorante como ele jamais deveria ter chegado à Presidência da República. Ele deveria ter ido para outro lugar e de lá nunca mais sair”, declarou o rancoroso e odioso Lula da Silva .

Escorregando nas próprias promessas

Contrariando e descumprindo, mais uma vez, suas promessas – que não são poucas – de que iria ignorar o principal desafeto e adversário político – Jair Messias Bolsonaro, ao afirmar que iria terminar quatro anos sem falar uma vírgula do outro governo, porque, segundo para ele, não existiu. Essa declaração dada pelo chefe do Executivo em cerimônia de sanção da duplicação de um trecho da rodovia BR-423 em Pernambuco, em 8 de novembro parece pífia.

Mas as promessas não pararam por ai. Em pronunciamento em cadeia nacional de rádio e televisão para celebrar o Natal, disse que ainda faltava “restaurar a paz e a união entre amigos e familiares”. Desse jeito?

Parece que o velho Lula de sempre tem sérios problemas de honrar com as promessas que faz, quem não se lembra da “picanha e cervejinha” aos pobres no final de semana? da isenção de imposto de renda para quem recebesse até R$ 5 mil reais de salário?, de que os combustíveis e gás de cozinha iam reduzir de preço? – quinta-feira (01) da semana passada teve aumento, de que ia reduzir a fome e a miséria no pais?, que ia enxugar a maquina do governo? – bateu recorde na criação de ministérios, que ia controlar o déficit público?, o pais fechou o ano de 2023 com o maior rombo dos últimos 50 anos e por ai vai…

Por fim, penso que o presidente Lula deve se preocupar em sair dessa “nuvem negra” em que se meteu e buscar “céu de brigadeiro” se quiser conduzir o destino do pais em direção ao apaziguamento e a restauração da paz a quem tanto diz, mas só da boca pra fora, pois na prática faz o contrário.

Então, ao meu amigo citado no inicio do texto, reafirmo: Brasil é pra amadores, sim senhor!

Fonte: Professor Taciano

Professor Taciano Medrado

Possui graduação em Engenharia Agronômica pela Universidade do Estado da Bahia (1987)-UNEB e graduação em bacharelado em administração de empresa - FACAPE pela FACULDADE DE CIÊNCIAS APLICADAS DE PETROLINA (1985). Pós-Graduado em PSICOPEDAGOGIA INSTITUCIONAL. Licenciatura em Matemática pela UNIVASF - Universidade Federal do São Francisco . Atualmente é proprietário e redator - chefe do blog o ProfessorTM

Possui graduação em Engenharia Agronômica pela Universidade do Estado da Bahia (1987)-UNEB e graduação em bacharelado em administração de empresa - FACAPE pela FACULDADE DE CIÊNCIAS APLICADAS DE PETROLINA (1985). Pós-Graduado em PSICOPEDAGOGIA INSTITUCIONAL. Licenciatura em Matemática pela UNIVASF - Universidade Federal do São Francisco . Atualmente é proprietário e redator - chefe do blog o ProfessorTM

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *