Oi gente amiga!

Continuo curtindo Sampa que, vazia da multidão que aqui habita e trabalha se torna a cidade ideal e mais humana nessa época do ano.

E ainda ficaram amigos que pensam como eu e sempre rola um programa e encontros. E tem os amigos que mudaram para outros estados e nesse época voltam para cá visitar familiares e amigos.

E aqui estou me bronzeando no sol onde de manhã cuido do meu jardim.

E alimento os pássaros que vêm aqui comer assim que coloco as frutas para ele. Fico pensando nos perrengues que passei viajando nessa época do ano.

Nas praias cheias de gente no litoral norte. Ilhabela me deu trauma do trânsito engarrafado nas ruelas da cidade!

Barulho de vozes estridentes e som vindo dos comerciantes vendendo de tudo um pouco.

Tudo lotado até lugares com reservas antecipadas.

Na praia, areia que sem querer ou querendo as pessoas descuidadas jogam nos outros. Um calor!!!

Aí você entra no mar e tem outra multidão de gente. Não dá para ouvir o barulho gostoso do mar! Até em Ubatuba na casa da costeira era complicado nessa época do ano. Já deu! Fora o trânsito nas estradas e nos locais. Só irei quando todos voltarem e esvaziar a praia.

Nas montanhas chove muito. E faz mais calor que na praia durante parte do dia.

Ou seja fiz a escolha certa.

Aproveito para fazer uma faxina geral na casa. Tirar mais coisas que não preciso. Limpar do meu jeito. Não acaba nunca.

E agora limpando a sujeita virtual – excesso de imagens vídeos, etc – vejo na página inicial do celular uma notícia que nunca soube que existia essa expressão. 27 graus e parcialmente soalheiro.

Alguém conhece essa expressão?

Tempo parcialmente “soalheiro.”?

Quem souber me conta?

Beijos a todos e sejam felizes.

Aqui ou ali o importante é nossa cabeça e pensamentos.

Muita paz e tranquilidade a todos e vamos agradecer por tudo ao nosso Criador e ao Universo!

Falta pouco para 2020 chegar! Namaste

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *