2 de julho de 2022
Colunistas Priscila Chapaval

O Brasil é o pais da piada pronta!

Enquanto em Brasília os políticos discutem, brigam, se ofendem, blá blá blá, e só pensam em si, aqui na maior cidade da América Latina, numa cidade rica como São Paulo, gostaria de saber por onde andam o Governador e o Prefeito de São Paulo.

Numa virada do clima já anunciada, tudo acontece com os menos favorecidos. E os que comandam ficam em seus gabinetes e não fazem nada pelo pobre povo paulista.

Existia, no Palácio do Governo, a Primeira Dama e o Serviço Social. Na Prefeitura não sei. Será que até isso sumiu?

O fato é que temos alguns exemplos como o Padre Júlio Lancelotti que acolhe os sem-teto, leva roupas, cobertores e comida para esse povo tão sofrido. E caminha pela madrugada nas ruas tentando achar o máximo possível quem está passando frio e fome. Desempregados não tem onde ficar. Não podem nem pagar um barraco. Não podem comprar comida, tudo caro.

Será que alguém tem consciência do que isso significa para nós? E esses políticos não sabem que pobre passa frio, fome e morrem nas ruas de São Paulo?

Nunca vi uma desorganização tão grande, nunca vi tanto desprezo pelo ser humano como hoje pude acompanhar o que está ocorrendo. Fico embasbacada, fico olhando, lendo e não consigo nenhuma resposta de ninguém.

A sociedade está enfurnada em suas casas. E vendo pela TV a miséria desse país.

Sinto nojo de quem não ajuda e pode. Onde está a bondade das pessoas que se esquivam de ajudar?

Deveriam abrir TODOS os metrôs e abrigar esses coitados, vitimas de um status quo podre do Brasil.

Deveriam abrir todas as igrejas e abrigar tanta gente que precisa dessa ajuda emergencial.

Já as barracas que doaram pouco ajuda nesse frio europeu. Será que as pessoas tem noção do que é dormir na calçada, fria e úmida, mesmo com essas barracas sem colchonetes e cobertores?

Enfim… os Metros, as estações de ônibus, os Bombeiros estão recebendo doações. Corra e leve o que puder para aquecer quem precisa. Nunca se sabe se amanhã não será você a ser socorrido?

Sem mais, muito triste em ver a moleza desses homens no poder e que não fazem nada. Com raríssimas exceções E tenho o dito.

Jornalista... amo publicar colunas sobre meu dia a dia...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.