21 de abril de 2024
Colunistas Priscila Chapaval

Faz tempo que não escrevo

Mas escrever o quê? Usem um Kleenex caso chorem!

Vou contar…

Hoje faz um ano que roubaram meu cartão de crédito. A advogada sumiu. Há 15 dias não me atende.

Recebi uma carta do Itaú propondo renegociar até 99% da dívida e fui falar com minha gerente.

Na verdade era 75%… saí do banco e levei um tombo, ralei o joelho e as mãos.

Voltei pro Banco e disse que iria entrar com uma ação contra eles. (mentira).

O segurança da rua tirou um doido que subiu no telhado da minha casa. Na chuvarada entrou água e fico só vendo quando o forro vai desabar pelo tanto de água que sai da goteira. Semana que vem chega o pedreiro. Ufa!

Sofri um acidente com meu carro na porta de casa. O carro se desgovernou, caí e me machuquei muito, fraturei uma vértebra.

Foram dois meses com colete ortopédico e nem saía de casa, só ficava deitada. Tive alta recentemente.

O Minuto Pão de Açúcar continua com ruídos. Sujeira nos fundos. Fazem tudo errado. Economizam e desprezam os clientes.

Coisas boas também vieram.

Fui várias vezes a Campos do Jordão.

Choveu o tempo todo e faltou luz durante 3 dias e 3 noites. Não tinha vela nem na vendinha do Seu Zé.

Fui convidada a dar aulas de artesanato numa loja divina de lá, mas para isso eu teria que ficar mais tempo e não conseguiria.

E ontem, a Fundação Dorina vendeu todos os produtos feitos pelas voluntárias – inclusive eu – e em dois dias acabaram os estoques.

Meu dia no Club Pinheiros seria no 3o dia, mas sem mercadorias, nem precisei ir.

A Feira da Escandinávia vendeu tudo também.

E vendo os noticiários da Guerra de Israel contra o Hamas fico muito triste.

Acho que agora melhora com possíveis acordos.

Gostou? Chorou?

Priscila Chapaval

Jornalista... amo publicar colunas sobre meu dia a dia...

Jornalista... amo publicar colunas sobre meu dia a dia...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *