WhatsApp vai parar de funcionar em alguns aparelhos; veja lista

A partir do dia 1º de janeiro, o WhatsApp vai parar de funcionar em alguns modelos mais antigos de smartphones. Por isso, se você é daqueles que costuma passar alguns anos sem trocar de aparelho, é bom se prevenir para não ser pego de surpresa na virada de ano e ficar sem poder mandar aquela mensagem de “Feliz 2021”.

O encerramento anual do suporte do aplicativo para algumas versões mobile não é novidade para o público, mas agora há um diferencial: esta será a primeira vez em que o primeiro iPhone, lançado em 2007, não poderá rodar o app de mensagens.

Confira a lista dos “cancelados”:

iPhone (1ª geração)
iPhone 3G e 3GS
iPhone 4
LG Optimus Black (e modelos anteriores)
Motorola Droid Razr
Samsung Galaxy S2
HTC Desire

Primeira versão do iPhone ficará sem acesso ao WhatsApp. Crédito: marleyPug/Shutterstock

Já os seguintes aparelhos continuarão rodando o WhatsApp normalmente, desde que estejam com o sistema operacional atualizado. Será necessário iOS 9 ou Android 4.0.3 para os modelos:

iPhone 4S
iPhone 5 e 5S
iPhone 6 e 6S
LG Lucid
Motorola Droid 4
Sony Xperia Pro
HTC Sensation
HTC Thunderbolt 4G
Samsung Galaxy Note
Samsung Galaxy S3 (e modelos posteriores)

Usuários de smartphones com KaiOS, inclusive donos de JioPhone e JioPhone 2, também devem ficar de olho. O sistema, baseado em Linux, precisará estar rodando a versão 2.5.1 ou uma mais recente para poder ter acesso ao aplicativo de mensagens.

Vale lembrar que aparelhos com Windows Phone não suportam o app desde o fim de 2019.

Ressalvas aos iPhones com jailbreak

A situação também vale para usuários Apple que possuem um iPhone com jailbreak já que o WhatsApp não vai parar de funcionar em aparelhos deste tipo desde que eles estejam com o sistema operacional atualizado conforme o explicado acima.

Porém, a empresa afirma que a existência de modificações pode afetar a funcionalidade do aparelho e por este motivo não oferece suporte. Logo, qualquer eventual problema precisará ser resolvido sem a ajuda da companhia.

Fonte: Slashgear

Fonte para O Boletim: Olhar Digital (texto de Bruno Felix)

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *