Conhecendo Montenegro – Budva e Stevi Stefan

Hoje termino meu terceiro e último relato sobre Montenegro. Esse pequeno país ao sul da Croácia também faz fronteira com a Bósnia-Herzegovina, Sérvia, Kosovo e Albânia. O país merece muito ser visitado, até porque seus melhores atrativos estão bem próximos da cidade de Dubrovnik, a estrela maior do turismo croata. Não é nada difícil dar uma escapada para conhecer Montenegro.

Budva e Stevi Stefan completam a lista do que é relevante ser visitado em Montenegro. Nas colunas anteriores falei sobre Perast e Kotor. De Kotor a Budva são 23 km de estrada facilmente percorridos em meia hora.

Vista clássica de Budva com suas muralhas e a estátua em primeiro plano.
(Fonte: www.kimtour.sk)

Budva e Kotor têm semelhanças e diferenças. Semelhanças: as duas têm cidade medieval cercada por muralhas. E diferenças: Kotor está na baía de mesmo nome enquanto Budva está na beira do Mar Adriático. No horizonte de Budva está a Itália (se pudesse ser avistada, será que pode?) enquanto Kotor está escondida no fundo de uma baía.

Isso faz o astral de Budva ser muito mais animado, inclusive à noite, quando a vibe é ainda maior. Coisa de cidades praianas. Budva é cheia de vida, com muitos bares, restaurantes e boates, principalmente na cidade nova e ao longo de suas várias praias.

Vista da cidade antiga e da praia logo ao lado da muralha. São muitas praias na costa de Budva. (Fonte: www.encirclephotos.com)

Budva tem história de mais de 2.500 anos. Há vestígios arqueológicos que comprovam que foi habitada desde o séc. V a.C. Depois vieram gregos e romanos. E mais tarde houve o domínio da República Veneziana, durante 300 anos, a partir do séc. XV, como aconteceu também com Perast e Kotor (colunas anteriores).
Nos séculos seguintes ficou, sucessivamente, sob o domínio da Áustria, França e Rússia.

Durante a Primeira Guerra Mundial ficou sob o domínio do Império Austro-Húngaro, e a partir de 1918 passou a pertencer ao Reino da Ioguslávia.

Em 2006 Montenegro tornou-se um país independente.

Praia logo ao lado das muralhas da cidade antiga. A cor da água é linda!
(Fonte: Mônica Sayão)
Caminhando pelas ruelas da cidade antiga. (Fonte: Mônica Sayão)
Ruelas e becos com comércio variado e vários cafés e restaurantes.
(Fonte: Mônica Sayão)
Igreja de São Estevão. (Fonte: Mônica Sayão)
A pequena Igreja da Santíssima Trindade é logo ao lado da de São Estevão.
(Fonte: Mônica Sayão)
Mosaico sobre a porta de entrada da Igreja da Santíssima Trindade.
(Fonte: Mônica Sayão)
Parte da marina de Budva, com a cidade moderna ao fundo. Nessa marina pode-se alugar barco para passear. (Fonte: Mônica Sayão)

Sveti Stefan é uma pequena ilhota e resort 5 estrelas na costa adriática de Montenegro, aproximadamente 6 km a sudeste de Budva. O resort é conhecido comercialmente como Aman Sveti Stefan e inclui parte do continente, onde está localizado o Villa Miločer.

A ilha é lindinha, com suas construções de pedra, algumas que datam do séc. XV. Cheias de charme, com seus jardins internos e piscinas privativas, as casas foram restauradas e hoje são hospedagem mais do que exclusiva e sofisticada, onde muitos famosos passam férias.

A ilha é unida ao continente por uma “ponte” que separa as duas praias contíguas. Uma delas é privativa dos hóspedes do Aman Resort e a outra é para o público em geral.

O Villa Miločer, também pertencente ao grupo Aman, fica bem em frente da ilhota. Originalmente residência de verão da Rainha Maria da Iugoslávia, foi transformado para atender os hóspedes do luxuoso Aman Resort.

Sveti Stefan: uma ilhota unida ao continente, que traduz o luxo e privacidade em termos de hotelaria. (Fonte: Mônica Sayão)
A praia exclusiva aos hóspedes do Aman Resort. (Fonte: Mônica Sayão)
A praia aberta ao público logo ao lado da praia exclusiva do Aman. Só uma ponte separa uma da outra. (Fonte: Mônica Sayão)

Vale ou não conhecer Montenegro?

Notícias Relacionadas

2 Comentários

  • Edwiges Chiappetta Azevedo , 2 de setembro de 2021 @ 18:47

    Infelizmente não participei dessa viagem , porém ver suas belas fotos já me causa prazer. Fica para próxima! Bjs

    • Mônica Sayão , 4 de setembro de 2021 @ 15:01

      Edwiges querida!

      Essa foi uma viagem muito linda!

      Mas não faltará oportunidade pra vc conhecer a região.

      Obrigada, bjs,
      Mônica

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *