Não é piada. Acreditem:

Imagem: Arquivo Google – Hora do Povo

Declaração de Gilmar Mendes sobre supostas mensagens vazadas pelo diretor de filme pornô gay que se faz passar por “conceituado jornalista” que recebeu um prêmio Pulitzer fake, o Verdevaldo:
“O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Gilmar Mendes disse que não se surpreenderia se os procuradores da Operação Lava Jato em Curitiba tivessem aberto uma conta em seu nome, na Suíça. O magistrado deu a declaração à reportagem do UOL na tarde de hoje, ao comentar reportagem do jornal El País e do site The Intercept Brasil, que afirma que os investigadores buscaram informações sobre ele visando pedir sua suspeição e até seu impeachment.” Declaração feita à reportagem do UOL. Por Constança Rezende e Felipe Amorim Do UOL, em Brasília 06/08/2019 15h25
Excerto de nota publicada por Guilherme Amado na revista Época. Disse Gilmar Mendes: “Os diálogos mostram uma conversa de quadrilheiros. Não me espantaria se a Lava Jato abrisse uma conta na Suíça em meu nome para me incriminar”, atacou Mendes.
Sobre Paulo Preto, operador do PSDB de São Paulo e um dos alvos dos procuradores de Curitiba para tentar encontrar provas contra Mendes, o ministro afirmou não conhecê-lo.
Mendes soltou Preto em diferentes ocasiões.“
Inspirou-se o ministro em Paulo Maluf? Ao descobrirem uma conta no exterior ele disse que o dinheiro só poderia ter sido depositado por um inimigo, para incriminá-lo.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *