21 de abril de 2024
Colunistas Lucia Sweet

Tashi Delek

“Sua Santidade” é a maneira correta de chamar o Dalai Lama. É o mesmo título usado para o papa. Lama quer dizer monge, em tibetano. O Dalai Lama, que tem 87 anos, é o chefe do budismo tibetano, que traz nos sutras ensinamentos maravilhosos, que pelo visto, leem, ensinam, mas não praticam.

Sutra é o termo sânscrito usado para classificar os ensinamentos do Buda. A maioria deles foi composta na Índia em sânscrito e transmitida para a China, Coreia, Japão, Tibete e Mongólia.

Como exemplo, cito os quatro nobres sutras: a nobre verdade do sofrimento; a nobre verdade da origem do sofrimento; a nobre verdade da cessação do sofrimento; e a nobre verdade do caminho para a cessação do sofrimento. Como nobre uso, a língua do Dalai Lama deveria ser usada, sim, para recitá-los.

Como todos sabem, as cinco grandes religiões são budismo, islamismo, hinduísmo, judaísmo e cristianismo. É um escândalo descomunal a falta de compostura desses supostos e reverenciados líderes espirituais. Primeiro o Papa marxista, agora o Dalai Lama marxista.

Só se fala nisso. O Dalai Lama era uma unanimidade. Considerado um semideus pela esquerda caviar, artistas, comunistas veganos que acham que sabem tudo, mas não sabem nem que os budistas comem muita carne, muita picanha, que eles adoram. São os hinduístas que não comem carne.

Como sempre, vão tentar justificar o injustificável comportamento criminoso, pedófilo, dégoûtant, écœurant, répugnant (palavras que em português significam nojento) cometido contra um menino visivelmente constrangido.

Tive vontade de chorar depois de ter inadvertidamente assistido ao vídeo torpe. Quando li a manchete nos jornais do mundo inteiro, com um suposto pedido de desculpa, não acreditei. A loucura acometeu o mundo.

Despeço-me chocada e desejo a todos Tashi Delek — expressão tibetana usada para cumprimentar, felicitar e desejar boa sorte.

Lucia Sweet

Jornalista, fotógrafa e tradutora.

Jornalista, fotógrafa e tradutora.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *