28 de fevereiro de 2024
Colunistas Lucia Sweet

Por que a grande imprensa mente o tempo todo e desinforma em vez de informar?

É deliberado. A imprensa virou um instrumento de propaganda globalistas.

Imagem: Google Imagens – Leiaagora

Nos áureos tempos em que jornalistas tinham autoestima e não se vendiam por um punhado de “palestras”, um erro era considerado “barriga” e acarretava demissão sumária.

Credibilidade era o que havia de mais importante. Credibilidade vendia.

O prestígio de um veículo de comunicação era fundamental para seu sucesso, e nesse caso a veracidade dos fatos formava opinião.

Hoje você lê uma notícia, desconfia e vai procurar a informação correta nas redes sociais. Por isso publicam a mentira e censuram a verdade.

O povo não pode saber o que está acontecendo no mundo.

A guerra já começou há tempos.

Conseguiram decretar um estado de sítio global, em nome de um vírus que, mesmo no seu auge, sempre matou menos do que a fome. Mas acabar com a fome não dá lucros bilionários para a Big Pharma.

Para isso, nada melhor do que vender vacinas experimentais e torná-las obrigatória.

Imunizantes imunizam; o que reduz sintomas de uma doença chama-se remédio. Pour l’amour du ciel.

Li recentemente alguém comentar: “Tomei TRÊS doses da vacina e posso afirmar que funciona!!!

Peguei Covid, fiquei mal, mas não morri.”

Foi aplaudida pelos amigos.

Lucia Sweet

Jornalista, fotógrafa e tradutora.

Jornalista, fotógrafa e tradutora.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *