28 de fevereiro de 2024
Colunistas Lucia Sweet

Os sósias

Joseph Stalin teve pelo menos quatro sósias, que personificavam o líder supremo em passeatas, comícios e reuniões. Um deles, um ex-dançarino e malabarista que em 2020 completou 100 anos, chamava-se Felixs Dadaev. Apesar de ser mais jovem, com maquiagem e truques ficava tão igual ao ditador que nem mesmo seus camaradas mais próximos conseguiam identificar qual era o verdadeiro.

Quando Felixs tornou-se o substituto idêntico de Stálin, já havia outros três. A ideia dos sósias veio do chefe de segurança do Kremlin, Nikolay Vlasik, no início da década de 1920.

Os temores com a segurança do ditador foram confirmados. A primeira pessoa a tornar-se dublê de Stálin foi um caucasiano chamado Rashidov. Morreu com a explosão de uma bomba, quando seu cortejo passava pela Praça Vermelha.

“A única coisa diferente eram as minhas orelhas. Resolver esse problema não foi muito difícil. As orelhas foram envolvidas em uma prótese especial, que fez o canal auditivo parecer mais profundo. Eles adicionavam vários ajustes, cobrindo qualquer diferença com maquiagem, e assim eu passei a ter as orelhas de Stálin”, lembra Dadaev.

Depois de permaneceu calado por mais de meio século, com medo de ser assassinado caso ousasse abrir a boca, finalmente em 2008, aos 88 anos, e com a aparente aprovação de Putin, Felixs Dadaiev apareceu em público e escreveu sua autobiografia.

Contudo, ele disse que nem mesmo no livro pode contar tudo a respeito do que foi um dos maiores segredos envolvendo Stálin, com quem ele só se encontrou uma vez, e por poucos minutos.

Felix Dadaev (esquerda) na década de 1940 e o verdadeiro Joseph Stálin (direita).

Mesmo os camaradas mais próximos de Stálin não conseguiam identificar o impostor.

Lucia Sweet

Jornalista, fotógrafa e tradutora.

Jornalista, fotógrafa e tradutora.

1 Comentário

  • Eduardo 26 de novembro de 2022

    Que falta de assunto….
    Parece que a derrota de seu ídolo ainda não foi assimilada.
    Que pena!
    KKKKKKKKKK

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *