22 de fevereiro de 2024
Colunistas Junia Turra

Quanta diferença!

Quanto mais azul e limpo o céu, mais frio. Sol brilhante, dia lindo e muitos graus negativos.

Foto: Google Imagens – Diário do Amanhã

Crianças brincam do lado de fora, todos vivem a vida aproveitando a natureza. Por acaso as criancinhas estão “virtuais”?

Ser, viver… Quem viveu guerras não quer o primeiro milhão. Quer viver com dignidade.

Alemanha, Áustria, Suíça – países onde mais de 80% da população não tem imóveis e não quer ter. Não têm piscina em casa, nada nos lagos e rios.

Ah, mas todos pagam carga pesada de tributos e vivem de forma modesta para padrões da América de cabo a rabo. Mas têm cultura, aceitam crítica e criticam.

O todo é fundamental e o indivíduo também: um por todos e todos por um.

Ah, tem criancinhas em número suficiente para não acabar a raça humana no continente.

Não precisa de “invasão de pseudo coitadinhos”.

Que cada um cuide da sua casa.

Quem roubou o Brasil e acabou com o país foram os brasileiros.

Jean Aero Willys e os filhos dos sindicalistas ou capitalistas arrogantes: fiquem aí pra carpir lote.

Aqui? Aprendam a língua e os costumes.

Falem baixo e sigam as regras.

O país é dos outros!

Pedestre atravessar no vermelho? E se o motorista estacionar na vaga de deficiente? Aí, dói no bolso se pegarem.

E pode ser que uma criancinha dessas te enfie o dedo na cara e mande respeitar as regras.

Você que anda sem cinto de segurança, que reclama do limite de velocidade, não poderia nem usar patinete por aqui.

Assistam ao vídeo a seguir:

https://web.facebook.com/806219559/videos/10157273806024560/

Junia Turra

Jornalista internacional, diretora de TV, atualmente atuando no exterior.

Jornalista internacional, diretora de TV, atualmente atuando no exterior.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *