O Karma nosso de cada dia nos dai hoje…

Mesmo doente, o prefeito de São Paulo, fez questão de mandar abrir centenas de covas e posou diante delas. Comprou um sem número de caixões e alardeou isso. Tirou fotos e mais fotos. Algo tétrico: “tocando o terror”.

E o pior, impôs dor e medo com o dinheiro do povo a quem deveria representar. Covas deveria fazer como a Rainha Mãe da Inglaterra fez indo às ruas socorrer o povo na guerra. Ou a filha dela, Elizabeth, que sempre colocou o povo em primeiro lugar espartanamente. E essa é a família real inglesa que querem derrubar. Tudo porque tem um e outro que são ovelha negra.

Toda família tem. Aliás, algumas famílias têm de sobra.

A família real espanhola, por exemplo. Um ex-rei Juan Carlos foi matar elefante na África enquanto o genro que desviava dinheiro público foi condenado e o país no caos econômico, mas a marina em Cuba foi construída, bem, nossos ex-governantes também fizeram portos e aeroportos por lá… Facilitaram bastante o tráfico de drogas pessoas, e garantiram o maior cartel do planeta de de drogas ilícitas e agora lícitas: USA-Brasil.

Uma “chose de lóqui!” Coisa de louco no linguajar populaire. Hoje eu quero inventar palavras. A Semiótca me garante.

E o artigo V da Constituição Federal, idem – Liberdade e garantias individuais.

Mas não estou impondo nada a ninguém. O meu direito encerra onde começa o seu e vice-versa.

Logo, que não venha ninguém no meu espaço para ladainha, já que quem paga as minhas contas sou eu.

E a coisa anda difícil, cheio de Réuris e Andrews passando a mão no que é meu e posando de limpinhos no Brasil varonil.

Mas, vai lendo, vai lendo a mensagem, gente linda de meu Deus que me coube como – blaaaargh!


E nem fica horrorizado, você tem parente serpente, SIM. Ou agregados. Gente que engole sapo mas na rede social fica uma lindeza…

Vamos lá, dedinho na ferida. Sem álcool em gel. Deixe as máscaras caírem!

O Pé na Covas trancafiou as pessoas sem dó nem piedade.


Quanta gente adoeceu, quanta gente ficou sem ter o que comer, quanta gente sofreu, quanta gente morreu pela atitude vil desse prefeito de SP,
o fulano do clã Covas.

O neto daquele que falava como se tivesse uma batata quente na boca, e que segundo gente do próprio partido, traiu lá atrás o então governador de SP Franco Montoro, que deu a mão a ele. Traidor.

O tal Mario que aparelhou o Detran e enfiou o filho lá. Uma máfia sem precedentes.

O Mário, o Serra e o FHC – contam no mesmo partido – dividiam o caixa 2 de campanha em dólar. Contam tanta coisa… E era todo mundo junto, contam.

Genoíno, sempre genuíno, com Lula e Dirceu. Ah, mas deixemos os pelegos do ABC para outra hora, ou confundimos os trios de traíras.

Aliás, quase um quarteto, tinha o que resolvia as finanças e imbróglios do trio que apareceu para agregar a turma da elite . Um tal Sergio que bateu com as dez “por causa de um ar condicionado sujo em Brasília”.

Será que não foi “trocinho chinês”… Porque até pareceu plano criminoso, desses que a “Grobo” conta no enredo da atual novela de terror das 8, o Jornal Nacional.

Agradecimentos Finais:

Vamos agradecer ao Pé na Covas.

Ele e a turma dele eliminaram todas as enfermidades que acometiam a população e só existe uma, só uma…

Deve ser esse o motivo pelo qual usam outro nome para a doença que ele tem…

Mas, peraí, tem algo errado. Não disseram que é trocinho chinês: usaram outro nome!

Ele tem é esse “outro nome mesmo”? Huuuuum, mas quem tem esse outro nome chamam de “trocinho chinês”.

Já entendi.

Aquela oooooutra ninguém pode falar que tem. E isso faz tempo. Ninguém sabe, ninguém viu.

Santa Discriminacao, Batman. E Robin.

Deve ser por isso que o prefeito de SP, é o único doente na maior cidade do Brasil que não tem o trocinho chinês. Todo mundo que está doente se morrer terá o trocinho chinês, pelo menos no atestado de óbito.

Não cabe entubar o prefeito de SP? Esqueci, não é para despachar rápido. Ele já está em fase final.

E que ninguém venha com mimimi.

Sabe por quê?

Primeiro, porque todos nós julgamos a todo instante. Juízo de valor. Jesus na cruz julgou: o bom ladrão, aquele que se arrependeu foi perdoado. O mau ladrão, que seguiu convicto do mal, não foi perdoado.

E a turma do trocinho gosta de acuar pessoas, colocar o dedo na cara delas, julga e condena no reverso da verdade e da Justiça. Adora palavra-chave: empoderamento, tudis-todes, porque assim dividem e excluem. São excludentes.

Por onde passam destroem. Gente que não cabe em si, não têm vida própria, precisa sugar a dos outros. Gente sem luz.

Vamos ao tudo e todos ?

No final, ninguém decide!

“What goes around comes back around”.

Karma é assim.

Karma é uma palavra adorada pela turma do Tudis, todes, empoderamento, preto e não negro, politicamente correto. Vida fácil. São tão zen… Os Zen-buNdistas. Anarquistas de Outlet.

Mas tem muitos deles posando de limpinhos do outro lado, querendo verba pra erva de cada dia ou para dar um up na vida mansa que caiu na escala social.

Usam as palavras no reverso delas. São zen, só que não.

São politicamente corretos, só que não. São “anti”: fascismo, racismo, violência, só que não.

Dividem para somar na conta deles. Então, chega de inverter a ordem das coisas…

Vamos ao KARMA.

Mas ao KARMA nosso que vai nos caber um dia. Para quem prefere algo mais Científico… Física na terceira Lei de Newton – a toda ação uma reação igual e contrária de mesmo teor, etcetera…

É por isso que a vida vale a pena. As coisas são como têm que ser.

Sem o menor achismo.

A resposta está no “Tempo”: o efeito bumerangue é inexorável.

Deus é o Criador. Criou o Tempo, criou o Universo, criou as Criaturas. Não está no Tempo, não está no Universo, não está nas criaturas. Tudo está escrito. E o Universo segue lentamente no tempo de Deus.

1 . Só se compreende o prejuízo causado ao outro quando a mesma é feita com você. É por isso que eu estou aqui: Karma!

2. Você é livre para escolher, mas não está livre das consequências da sua escolha.

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *