28 de fevereiro de 2024
Colunistas Junia Turra

Bem-me-quer, mal-me-quer

Se você gosta ou não do Putin, se quer defini-lo como comunista, eletricista, trompetista, motorista, ascensorista, trapezista. Aaaaah ! Problema seu.

Cansa esse “palavrório” – uns de um lado dizendo contra os do outro lado e vice-versa dentro do nosso próprio país, em claro e bom Português, e até em Inglês, para causar, of course!!!

Ache o que quiser. Ainda é permitido achar.

Mas não ache que você pode obrigar outros a acharem que o seu achismo é algo mais do que mero achismo.

O grupo “massa de manobra” tem levado a Humanidade a escorregar e jogar a realidade e os fatos pra debaixo do tapete. Isso é mais do que dizer “fake news”. Negar o fato, é maior do que negar a notícia sobre ele. Simplesmente a criatura nem sabe que o fato existe! Logo, tem uma projeção jogada em cena. O fake é em cima de uma abilolação qualquer. Tanto faz como fez.

A polarização mantém a turma ali em transe digladiando dentro da arena. Os donos do espetáculo vão decidir a hora de virar o polegar pra baixo.

Esquerdista, direitista, separatista, artista, alpinista, pianista, já escolheu o nome de hoje para o líder russo? Bobinho, russinho, putinho… Que falta de criatividade…

Abro aspas. E em péssimo Português.

Pasmem, apenas 6% dos brasileiros conseguem se comunicar dentro do conhecimento exigido em Língua Portuguesa. Nem vou me candidatar. Estou fora dos 6%….

Minha educação foi dentro do método Paulo Feeeeeeo (sem i), para eu ficar bem na fica com os invencionistas, aceitacionistas (existe esta palavra?), negacionistas (a palavra cabe em muitas direções), armamentistas, desarmamentistas, bolsistas, narcisistas, futebolistas…


Não vou perder o comentário, 6, numerozinho suspeito, dizem que é da Besta. Mas na verdade, quem definiu isso?

Meu avo italiano nasceu num dia 6 e era maravilhoso. Acho que dei uma desviada besta do rumo da prosa. Típico daqueles que querem evitar ênfase e o foco do principal.

Prestem atenção….

Depois do exercício de “vocabulário do dia”… vou repetir o que interessa. Ache o que quiser.

Repita o que os experts que te cabem dizem e tenha tudo como absoluto. Agora, vá adiante como bom papagaio de pirata.

Ache o que quiser, foi o que eu escrevi.

Putin pode ser o que A , B ou você e seus pares acharem. Mas existe uma única opção certa, a que corresponde a verdade. A verdade dos fatos. Ele está certo. Existem pessoas-chave e se contrapõem a outras pessoas chave.

É o Bem versus o Mal.

Existem.

Você querendo ou não ouvir a verdade. Você alcançando ou não, a Verdade é uma só.

E só a Verdade liberta.

Junia Turra

Jornalista internacional, diretora de TV, atualmente atuando no exterior.

Jornalista internacional, diretora de TV, atualmente atuando no exterior.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *