Alemanha em protesto

O povo reage. Protesto contra o Vírus Fake, contra a manipulação descarada de dados. Em Hamburgo, um patologista escancarou fazendo necropsia em 100 corpos cuja Causa Mortis constou Covid19. Nenhum! Absolutamente em nenhum deles esse foi o motivo.

Na Itália, a manipulação descarada vem à tona. Advogada de ponta na Alemanha há menos de um mês entrou com representação em Berlim e ao chegar em casa se viu cercada por polícia especial e recebeu tratamento de terrorista. Jogada no chão, algemada. E “etcetera”. Foi levada para um manicômio onde ficou entre 4 paredes. Sem banheiro, sem poder sentar ou se virar. 24 horas depois entregaram a ela o celular. Ligou para a irmã e foi resgatada totalmente fora de si.


Na Suíça pesquisador, diretor de hospital de ponta informou à imprensa que não havia casos de Covid no hospital e que o “circo internacional” ia levar a muitas e muitas mortes daqueles a quem estava sendo negado atendimento, os pacientes, muitos com necessidade de acompanhamento de doenças sérias. Mortes? A todos que morrerem “Covid19”. Tudo mentira, ele disse Foi preso da mesma forma que a advogada e jogado numa clínica psiquiátrica. Dias depois foi encontrado no Jardim de casa sem falar coisa com coisa.

Popularidade em baixa

Ao contrário do que conta a grande mídia, os robozinhos e tolinhos plantados e recebendo para escrever que é “teoria da conspiração” nas redes sociais e crise páginas para aparelhar o suporte ao “plano de dominação pelo medo de morrer” por módicos euros , dólares ou Reais, a coisa na Alemanha é bem outra.

Na Alemanha Merkel enfrenta os protestos. No início da “pandemia” ela anunciou que esperava pelo menos 60/70% de infectados no país e um número muito alto de mortos. Mas estranhamente não disponibilizou máscaras, luvas: nada para os profissionais de saúde.

Ao contrário do Brasil, na Alemanha os governadores e prefeitos são cobrados diretamente pelo povo, cara a cara e apenas em algumas áreas houve restrições à saída de pessoas. São eles que decidem sobre lockdown. Na Bavária, muitos contaminados a princípio e houve restrição de saída – de uma vila ou cidade a outra e pedido para que saíssem de casa apenas de dois em dois. Em Nordrhein-Westfalen, convocaram todos os que estiveram na folia do Carnaval que se cadastrassem para o exame. Identificados, tratados os que manifestaram a doença e os poucos mortos já estavam pela hora da morte…

A Alemanha, assim como a grande maioria dos países, inclusive a própria Itália, não impediu as pessoas de ir e vir.

Já na França e Espanha, no Reino Unido, caso de Londres com o prefeito paquistanês em ação, esquema da esquerda, dos globalistas e a polícia tocando o terror, todos trancados.

Na Alemanha a coisa degringolou para a chanceler que não satisfeita, resolveu agora comprar 25 milhões de máscaras da China e começou a campanha de que haverá um “segundo turno violento do vírus”.

Segundo turno??? Nein!

O fake não se sustenta mais. Desde então até a mídia de esquerda que a apoiava como o jornal popular Bild passou a atacar.

A esquerda e direita se uniram em protestos. Todos os sábados em Berlim. Se há mil protestando, ela manda mil policiais vestidos para matar.

E já se sabe, menos no Brasil, não é? Você não sabe: Bill Gates fez doações no meio do ano passado para mais de 80 laboratórios pesquisarem a vacina do Covid19.

Mas estranhamente os casos só apareceram em novembro.

E já se sabe também que na Itália, o tal vírus não veio da China.

Ah, e têm mais vírus preparados pela corja globalista que alimenta os comparsas chineses e estão aguardando a vez de serem lançados. Aqueles vírus anteriores suínos e aviário foram todos programados.

Globalistas e seus capachos da esquerda United e da China não derrubarão o ocidente.

Acordaaaa povo! Coloque a máscara e vá pra rua!

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *