O “dinheiro do governo” é, na verdade, o nosso dinheiro

                   Brasília(DF), 06/10/2015 – Notas de dinheiro – Real é a moeda usado no Brasil – Foto: Daniel Ferreira/Metrópoles

Toda vez que você ouvir que “o governo construiu” isso ou aquilo, saiba que é mentira. Quem construiu foi você

Não há mágica mais forte do que essa no Brasil – e nenhuma em que os políticos acreditem tanto: o dinheiro que você tem no bolso é seu – mas quando deputados, senadores e barões da administração metem a mão nele e o transformam em impostos, passa a ser “dinheiro do governo”.

Não passa, é claro, porque continua sendo seu, já que foi ganho com o seu trabalho, ou com negócios, ou por herança – enfim, através de meios lícitos.

Não muda de natureza quando é entregue ao Erário em forma de impostos; o proprietário continua sendo você e só faz sentido pagar imposto se cada centavo do que se pagou for empregado em seu benefício.

Não tem de ser, é óbvio, um benefício direto ou pessoal – mas esse dinheiro tem de ser, obrigatoriamente, gasto em favor do conjunto dos cidadãos.

Diga isso para um homem público brasileiro: vai ouvir uma gargalhada em resposta. Dinheiro de imposto, na sua visão de mundo, vira uma coisa que chamam de “dinheiro do governo” – como se fossem eles que tivessem ganho um centavo disso tudo.

Governo não produz

Não existe, nunca existiu e nunca vai existir “dinheiro do governo”. O governo (ou “o Estado”, como gostam de dizer) não produz absolutamente nada, nem o mais miserável palito de fósforo, e, portanto, não é dono de coisa nenhuma. O que têm e que gastam é unicamente o que pertence a você.

Toda vez que você ouvir que “o governo construiu” isso ou aquilo, saiba que é mentira. Quem construiu foi você.

Fonte: Jornal Metrópoles.com

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *