Coisas de Deus


Alguns dizem que é coisa de Deus. Como eu não acredito neste Deus inventado pelo Homem, não sei como exatamente explicar o que aconteceu hoje, numa sexta feira 13!
Sabe aqueles dias em que você está meio pra baixo, cansada de carregar as pedras sozinha, achando que sua existência é invisível e que não importa o quanto você faça nunca é o suficiente?
Pois bem. Era um desses dias. Eu me arrastando para chegar até às cinco da tarde e voltar para o meu ninho, mas não antes de tomar meu último cappuccino no escritório.
Vou à máquina de café e encontro uma pessoa com quem conversei umas duas ou três vezes, no máximo. Fazemos piada sobre a máquina que anda meio temperamental e de repente aquele silêncio constrangedor que se instala entre dois quase estranhos é interrompido por algo inesperado da parte dele.
“Olha, desculpe, mas eu tenho que lhe dizer uma coisa.” – meu cérebro cansado não se ligou em nada que ele pudesse ter para me dizer assim tão importante. – “Há alguns meses, ouvi o que você disse sobre a vida às vezes ser dura, inesperada e até injusta, e que ela às vezes atinge a gente com força, que deixa a gente atordoado, sem rumo. Na verdade, você disse assim: estes momentos vão mudar você por dentro, no coração, na alma, na sua maneira de encarar os desafios da vida, e eu torço para que, quando isso acontecer, que você mude mesmo porque senão você terá sofrido em vão, não terá aprendido nada. Bom, pouco depois eu passei por um destes momentos.” – o rapaz fica com os olhos umedecidos e meu coração dispara. – “E no meio de muita confusão, eu me lembrei do que você disse e apostei nisso. Olha… Você… você mudou a minha vida sem saber e…e eu sou muito grato a isso. Muito grato a você, de verdade…” – ele dá um sorriso tímido. Fico sem palavras por um tempo.
Mal sabia ele o quanto ELE estava ME ajudando naquele momento… Por isso, acabei confessando que eu tb estava passando por um momento complicado e que as palavras dele eram como um despertar, uma boia salva-vidas que eu estava precisando para resgatar a minha própria alma.
Ele me deu um abraço e disse “fico feliz por retribuir o gesto”.
Até agora estou tremendo de emoção com as palavras dele. Seria um anjo que encontrei por puro acaso?
Às vezes nos esquecemos de quem somos, no que acreditamos e por que devemos sempre seguir em frente.
Obrigada, Jamie, por me resgatar.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *