7 de julho de 2022
Carlos Eduardo Leão Colunistas

A infame oposição de inconformados

Ou cantamos e espantamos os males do Brasil ou sucumbiremos a eles. Depende somente de nós.

Canta, canta minha gente, deixa a tristeza pra lá! Canta forte, canta alto, que a vida vai melhorar. É o que nos resta de esperança nesse Brasil da infausta oposição de inconformados crônicos e daquela Praça dos Dois Poderes que não enxerga e não respeita o Terceiro.

Canta, canta minha gente, deixa a tristeza pra lá! Essa mesmo que sentimos quando os Estados fazem “força-tarefa” junto ao Presidente do Congresso para, com o seu beneplácito, evitar a fixação do ICMS e redução do preço dos combustíveis, na mais cristalina das provas de que estão pouco se lixando para a inflação, para o desabastecimento e para o povo, tão sofrido pela pandemia e pela guerra. São infames! São torpes! São antipatrióticos! Não vão sossegar enquanto não derrubarem o homem! Cantem o samba-canção e o samba rasgado! Cantem o samba de breque. Quem sabe a vida vai melhorar?

Canta, canta minha gente, deixa essa tristeza pra lá! Essa mesma que sentimos ao sabermos que aquela Super Casa autorizou, pasmem, o líder das pesquisas a processar qualquer um que o difamar, o chamar de ladrão ou desonesto. Quem canta, seus males espanta! Portanto, canta forte, canta alto que a vida vai melhorar e afastar a incredulidade pelo boicote explícito, humilhante e sem cerimônia ao Nunes Marques e André Mendonça imposto pelos mesmos deuses dos trajes pretos ou melhor, afrodescendentes.

Canta, minha gente! Deixa a tristeza pra lá! Essa mesma que nos deixa tão impotentes diante de manobras improváveis como a do famoso “CEP”, que tirou ladrão honesto da prisão, em Curitiba, e que agora tenta tirar Tarcísio do páreo, em São Paulo, por não ter domicílio no Estado. Francelino nunca foi mineiro nem Brizola carioca mas foram governadores dos respectivos Estados. Não há jurisprudência para os imprudentes da justiça. Portanto, canta de novo, minha gente! Um sambinha lento e um partido alto. O tal do samba sincopado vendo o sol nascer quadrado!

Canta, minha gente! Deixa a tristeza pra lá! O desdém da imprensa terminal com a imponente presença do PR na Cúpula das Américas, entristece-nos sim! A altivez e personalidade de Bolsonaro reverenciado por liderar a nação que alimenta o mundo e, por essa máxima razão, respeitado, não emociona a camarilha que deve estar preferindo a morte ao vê-lo alteando-se à culminância da sua incrível popularidade em terras do canhoto Biden ao liderar milhares numa motociata histórica pelas ruas da Flórida.

Canta, minha gente! Temos que viver e não ter a vergonha de ser feliz. Cantar, e cantar, e cantar a beleza de sermos eternos aprendizes da esperança. Sabemos todos que a vida devia ser bem melhor. E será! Basta não dispersarmos. Basta confiarmos. Basta perseverarmos. Fiquemos com a pureza da resposta das crianças pois a vida, é bonita, é bonita e é bonita.

Somos nós que fazemos a vida e a história. Como der, ou puder, ou quiser. Cantemos forte, cantemos alto e o sopro do criador, numa atitude repleta de amor nos reconduzirá à paz, à glória e à liberdade.

Canta, canta, PR! Canta alto, canta forte! Seu coral de 70 milhões de vozes jamais o deixará sozinho.

Cirurgião Plástico em BH e Cronista do Blog do Leão

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.