24 de abril de 2024
Colunistas Vera Vaia

Por fora bela viola!

O ditado “por fora bela viola, por dentro pão bolorento”, que ouço desde que era criança pequena lá em Barbacena, cai como uma luva nesse momento para descrever a atual realidade do ex-presidente Jair Bolsonaro.

Num período turbulento em que, se tudo correr dentro das quatro linhas da Justiça deverá ser preso, o homem vai num dentista fazer harmonização facial e sai de lá com lentes de contato nos seus 44, ops, 28 dentes, sorrindo para sua plateia. Não que ele tenha ficado uma bela viola por fora, apesar do serviço bem feito, mas certamente continua um pão bolorento. Diria que, pelas informações que recebemos diariamente sobre sua conduta, é um pão muito mais que bolorento. É podre.

Bolsonaro teria desembolsado R$ 84 mil para pagar as lentes de R$ 3 mil cada, preço cobrado por um renomado dentista de Goiás. Mas ele desmentiu isso durante o voo que o levava para São Paulo. Dentro do avião disse a uma apoiadora: “Foi 0800, tá? Não paguei nada, não”. (Já peguei o nome e o endereço desse dentista pra marcar minha harmonização. De graça, sou capaz até de ir a pé de São Paulo para Goiás.)

Tudo bem querer melhorar o visual, mas a pergunta que rola nas redes sociais é: pra quê? Pra mostrar seu sorriso aos colegas da Papuda?

Jair Bolsonaro foi convocado para prestar depoimento no próximo dia 31 de agosto, preliminarmente para responder sobre o caso das joias. No mesmo bate hora foram convocados Michelle Bolsonaro, Mauro Cid e seu pai Mauro Lourena Cid para que não tivessem a chance de combinar suas mentiras.

Mas como tudo que envolve os Bolsonaro é igual à merda que quanto mais mexe, mais fede, ele vai ter que dar explicações também sobre disseminação de fake news. (E pra confirmar o que disse acima sobre a merda mexida, enquanto escrevia esse texto vi na TV que mais um com esse sobrenome foi alvo de busca e apreensão nesta quinta-feira. O nome de Jairzinho Renanzinho Bolsonarinho está ligado a um grupo suspeito de estelionato, falsificação de documento, lavagem de dinheiro e sonegação fiscal. De quebra, uma apuração feita pelo jornalista César Tralli constatou que seu nominho aparece também no imbróglio das joias do papi.)

No fuça daqui, fuça dali, a PF encontrou mensagens no celular de um dos empresários que estão na mira das investigações sobre a tentativa de golpe de Estado. No WhatsApp de Meyer Nigri, dono da Tecnisa, a polícia encontrou mensagem do ex-presidente mandando espalhar notícias falsas sobre ministros do STF. “Repasse ao máximo”, ordenou ele. Ordem dada, ordem imediatamente cumprida pelo empresário. E sem chances de ser contrariada. Perguntado sobre a ordem, Bolsonaro arrogantemente, respondeu: “Mandei sim, e daí”?

Como a coisa tá ficando feia pro lado dele, nesta última quarta-feira foi buscar guarida com o doutor Antônio Macedo, seu Chapolin Colorado de plantão e sempre a postos para atendê-lo, lá do Vila Nova Star, o hospital cinco estrelas de São Paulo. Já andou falando que foi fazer exames de rotina mas que já seriam preparatórios para mais três cirurgias programadas para setembro. Muito conveniente, diga-se.
Jair Bolsonaro já passou por seis cirurgias desde que foi atingido por uma faca em 2018. Seu médico teria dito a ele que uma sétima intervenção cirúrgica seria necessária quando voltasse ao Brasil para evitar problemas digestivos futuros. Só para lembrar, nessa época ele estava passando, a contragosto, longa temporada de férias em Miami, chorando a derrota.

Seria essa mais uma artimanha pra fugir da prisão?

De qualquer maneira, essa facada continua rendendo…

Vera Vaia

Mãe de filha única, de quatro gatos e avó de uma lindeza. Professora de formação e jornalista de coração. Casada com jornalista, trabalhou em vários jornais de Jundiaí, cidade onde mora.

author
Mãe de filha única, de quatro gatos e avó de uma lindeza. Professora de formação e jornalista de coração. Casada com jornalista, trabalhou em vários jornais de Jundiaí, cidade onde mora.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *