5 de março de 2024
Colunistas Ricardo Noblat

Mercadante, da equipe de transição, anda dando bom dia para chuva

Ele tem birra com o MDB.

Foto colorida mostra Aloíisio Mercadante (PT). Ele está falando diante de um microfone e gesticulando com uma das mãos.
Mercadante é componente do Gabinete de Transição de Lula (PT) – Metrópoles José Cruz/Agência Brasil

Quando as nuvens escurecem em Brasília e começa a trovejar, algo que tem acontecido muito ultimamente, o ex-presidente José Sarney, em sua casa no Lago Sul, vez por outra comenta:

“Vai chover. Sinal de que Mercadante está dando bom dia para alguém na transição. Comigo, esse milagre nunca aconteceu”.

Mercadante é Aloizio, um dos mais destacados membros da equipe de transição do governo Lula. Foi ministro da Educação e chefe da Casa Civil dos governos de Dilma Rousseff.

Faz jus à fama de ser uma pessoa pouco simpática, e nunca gostou do MDB, partido de Sarney. Sempre quis manter distância do MDB por considerá-lo um partido suscetível à corrupção.

Nas contas dos atuais caciques do MDB, se Mercadante vier a ocupar um posto chave no futuro governo, as chances de o partido ter espaço na administração pública são pequenas ou inexistentes.

Um posto chave, por exemplo, seria a Casa Civil, mas ela já tem dono, ou melhor, dona: a deputada Gleisi Hoffmann, presidente do PT. Outro posto chave: o Ministério da Fazenda, a ser recriado.

O mais cotado para a Fazenda é Fernando Haddad. Mas para onde irá Mercadante? O MDB paga o preço do impeachment de Dilma, sucedida na presidência por Michel Temer (MDB), seu vice.

Fonte: Blog do Noblat

Ricardo Noblat

Jornalista, atualmente colunista de O Globo e do Estadão.

Jornalista, atualmente colunista de O Globo e do Estadão.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *