17 de abril de 2024
Colunistas Professor Taciano

Hipocrisia petista: “Faça o que eu digo, mas não faça o que eu faço”

Fotomontagem TM

Completado o primeiro ano, do terceiro mandato do Lulapetista – comunista, de uma coisa temos certeza – a esquerda continua com o mesmo lema: “Faça o que eu digo, mas não faça o que eu faço”. Ou seja, quando não está no poder critica ferozmente seus opositores, quando assume faz o Ctrl C e Ctrl V .

Contradições petistas. Regulamentação da mídia.

A esquerda liderada pelo PT passou décadas defendendo a liberdade de imprensa, mas seu líder maior voltou a defender, nessa segunda semana de janeiro de 2024, a regulação da mídia eletrônica no Brasil, incluindo a internet. “Nós temos a internet que precisamos regularizar”.

O primeiro passo já foi dado com a determinação do todo poderoso ministro do STF, e aliado de Lula, Alexandre de Moraes, com a aquiescência de seus pares, de que todo jornalista seria responsável pelos comentários dados pelos seus entrevistadores. Uma forma velada de calar a boca da imprensa.

Ctrl C / Ctrl V (copiar/colar para os leigos) no Ministério da Justiça.

Caiu como uma bomba atômica na cabeça dos esquerdistas a indicação e posterior nomeação de Sérgio Moro para o cargo de Ministro da Justiça pelo ex- presidente Jair Bolsonaro. Houve um verdadeiro rebuliço e inquietação na esquerda. Alegavam que, como poderia um ex-juiz da Lava-jato, que ajudou a colocar na prisão por 580 dias Lula, ser ministro da justiça. Mas comemoraram a indicação e nomeação do ex-ministro da suprema corte da justiça brasileira, Ricardo Lewandowski para a pasta da justiça.

Retribuindo a mesma pergunta aos esquerdistas: como pode um ex-juiz do STF, que foi responsável por julgar os crimes cometidos por Lula e proferiu várias decisões favoráveis ao petista, votando inclusive a favor do entendimento de que um condenado só poderia ser preso apenas após o trânsito em julgado do seu processo. O ex-juiz ainda concedeu à defesa de Lula, o hoje, também ministro do STF indicado por Lula, Zanin, o acesso às provas dos processos contra o petista como ainda decretou o trancamento de uma ação penal em tramitação e de três investigações.

No Mensalão, o juiz velho amigo de Lula desde os anos 70, repetiu a atuação e emitiu decisões favoráveis aos réus petistas. Vale lembrar que Lewandowski foi indicado por Lula em 2006, para a sociedade brasileira na época, soou como atuação parcial.

Manifestações “democráticas” ao estilo PT.

O PT sempre usou as ruas como palanque para as suas manifestações, na maioria das vezes à base do quebra-quebra, do vandalismo, de invasões de propriedade e do despudor, com seus militantes com peito e bundas de fora gritando “Lula lá”, e o STF nada fez. Não prendeu e nem processou ninguém.

Agora nos tempos sombrios em que vivemos, qulaquer cidadão que ousar sair às ruas vestido de verde e amarelo, ostentando a bandeira nacional, será rigorosamente punido e tratado como “antidemocrático” pelo super ministro do STF, Alexandre de Moraes, e o imparável o homem “dono da chave de cadeia ” do país, a quem todo cidadão brasileiro teme.

Fonte: Professor Taciano

Professor Taciano Medrado

Possui graduação em Engenharia Agronômica pela Universidade do Estado da Bahia (1987)-UNEB e graduação em bacharelado em administração de empresa - FACAPE pela FACULDADE DE CIÊNCIAS APLICADAS DE PETROLINA (1985). Pós-Graduado em PSICOPEDAGOGIA INSTITUCIONAL. Licenciatura em Matemática pela UNIVASF - Universidade Federal do São Francisco . Atualmente é proprietário e redator - chefe do blog o ProfessorTM

Possui graduação em Engenharia Agronômica pela Universidade do Estado da Bahia (1987)-UNEB e graduação em bacharelado em administração de empresa - FACAPE pela FACULDADE DE CIÊNCIAS APLICADAS DE PETROLINA (1985). Pós-Graduado em PSICOPEDAGOGIA INSTITUCIONAL. Licenciatura em Matemática pela UNIVASF - Universidade Federal do São Francisco . Atualmente é proprietário e redator - chefe do blog o ProfessorTM

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *