22 de julho de 2024
Colunistas Priscila Chapaval

Alguém já pagou um mico?

Eu já dei vários foras, mas esse vou contar só para vocês.

Adoro música clássica, orquestras e teatros. Sabine Lovatelli do Mozarteum Brasileiro, que tinha o escritório ao lado do meu na Faria Lima, me deu essa oportunidade de ir durante anos seguidos nos seus concertos trazidos do exterior, no Municipal ou Sala São Paulo.

Num desses concertos, com a Orquestra Sinfônica do Teatro Scala de Milão regida pelo Maestro Ricardo Muti, o lugar era na primeira fila do Coro da Sala São Paulo.

Nesse lugar a gente fica bem pertinho da orquestra e a sensação é estar dentro dela. E nessa noite, um dos músicos olhou para trás e me cumprimentou e sorriu. Era um lindo italiano elegantérrimo e ainda músico do Scala. Santo Dio!!! No intervalo veio falar comigo rapidamente.

No final do espetáculo, ele me convidou para ir ao coquetel no hotel onde estavam hospedados, e eu gentilmente recusei porque no dia seguinte eu sariia de férias e tinha que estar cedo no aeroporto. Mesmo assim ele pediu meu telefone.

O programa impresso desse espetáculo foi um dos mais lindos que já vi e tinha a foto de todos os músicos da orquestra, além do toda literatura das musicas apresentadas. Vi a foto dele junto o nome do instrumento que tocava.

Chegando em casa o telefone toca e era ele. Mais uma vez agradeci e recusei.

Viajei e um belo dia estava aqui em casa e o telefone toca. Era ele.

Eu podia ouvir pelo telefone a orquestra afinando os instrumentos musicais e ele me convidava insistentemente para ir para Milão ver a temporada de Ópera no Scala, que começava naquela noite.

Eu mais uma vez agradeci e falei “Grazia Otavino, ma purtroppo io lavoro..bla bla bla.” Só que Otavino não era o seu nome, mas sim o nome do instrumento que ele tocava e que era o Flautim. Depois dessa ele nunca mais ligou rs.

E eu perdi a temporada lírica no Scala. Mas será que iria ser mesmo de graça?

Priscila Chapaval

Jornalista... amo publicar colunas sobre meu dia a dia...

Jornalista... amo publicar colunas sobre meu dia a dia...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *