29 de fevereiro de 2024
Saúde

Afasia

Todo ser humano faz uso da linguagem. O cérebro, em condições normais, possui habilidades que propiciam a aquisição da linguagem quando na presença de estímulos ambientais adequados.

Falar, achar as palavras corretas, compreender, ler, escrever e fazer gestos fazem parte do uso adequado da linguagem.

A afasia é uma disfunção que faz com que o paciente tenha dificuldade de se comunicar adequadamente, afetando a compreensão de imagens, sons e outros tipos de expressão.

Afeta as seguintes funções:

– Capacidade de falar ou se expressar verbalmente;
– Compreensão da linguagem verbal;
– Compreensão da linguagem escrita (leitura);
– Capacidade de escrever.

A causa mais comum é o AVC (acidente vascular cerebral), mas também pode ser causada por tumores cerebrais, encefalites, traumatismos crânio-encefálicos, entre outras.

Sintomas:

– No comportamento: isolamento social ou repetição persistente de palavras;
– Na fala: dificuldade para falar e/ou compreender as mensagens ouvidas;
– Também é comum: dificuldade para escrever e/ ou ler e entender o que foi lido;
– O paciente pode apresentar dificuldades de fazer gestos ou representar as ideias de outra forma.

Tratamento:

A doença que causou a afasia deve ser definida e tratada adequadamente o mais rápido possível.

Se o problema surgir de forma súbita o paciente deve procurar imediatamente um pronto socorro especializado, pois, a causa pode ser um AVC, que deve ser tratado o mais rápido possível, o que aumenta as chances de o paciente se recuperar sem sequelas.

Depois que as doenças de base forem diagnosticadas e tratadas, o paciente com afasia deve passar por um programa de reabilitação da linguagem.

Essa terapia envolve a prática de habilidades linguísticas e pode ensinar os pacientes a suprir deficiências com outras formas de s​e comunicar. Os membros da família frequentemente participam do processo de reabilitação, ajudando com a comunicação dos pacientes.

Prevenção:

Não há como prevenir diretamente a afasia. A prevenção ocorre ao evitar as doenças de base.

Como o AVC é uma das principais causas, deve-se controlar seus fatores de risco, como: controle da pressão arterial, diabetes mellitus, colesterol, obesidade, sedentarismo, tabagismo, entre outros.

Como ajudar pessoas com afasia a se comunicarem melhor:

O papel da família é muito importante, por isso, algumas atitudes podem ajudar pessoas com afasia a se comunicarem melhor:

– Dê mais tempo para a pessoa se expressar e compreender você, tenha paciência e aja com amor e cuidado;
– Use sempre frases curtas e simples, se for preciso, repita;
– Escolha conversar sempre em ambientes tranquilos, sem agitação ou barulhos. Se necessário, use desenhos, gestos e imagens para reforçar a compreensão;
– Fale sobre um tema de cada vez, não inclua vários assuntos na mesma conversa;
– E o mais importante: mostre que você realmente se interessa pelo que a pessoa tem a dizer e que, apesar das dificuldades, você a entende, a compreende, está ali e é sempre muito bom conversar com ela.

IMPORTANTE: Somente médicos e cirurgiões-dentistas devidamente habilitados podem diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. As informações disponíveis em Dicas em Saúde possuem apenas caráter educativo.

Dica elaborada em abril de 2022.

Fontes:

Agência Brasil
Escola Paulista de Enfermagem
Hospital Israelita Albert Einstein
Ministério da Saúde (saude.gov.br)

O Boletim

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Rinite

Saúde

Impinge

Saúde

Amidalite ou amigdalite