13 de junho de 2024
Turismo

A Caverna de Postojna e o Castelo Predjama

O Castelo Predjama encontra-se a 9km da Caverna de Postojna. (Foto: Mônica Sayão)

• INTRODUÇÃO

A Eslovênia é um lindo e surpreendente país, localizado no noroeste da antiga Iugoslávia. Seu território é em grande parte montanhoso, com cenários que lembram por vezes a Áustria e a Suíça. A Eslovênia possui vários atrativos, como sua capital Ljubljana, que é o maior charme (tem post meu no Boletim sobre Ljubljana). Sem contar o Lago Bled, belíssimo. E também a Caverna de Postojna e o Castelo Predjama.A caverna e o castelo distam 9km entre si, e são ótima opção para bate a volta a partir de Ljublyana, localizada a 50km de distância.

• O QUE FAZER

1 – Caverna Postojna:

A caverna de Postojna na realidade é um complexo de cavernas subterrâneas que se estendem por cerca de 25km de extensão, dos quais o visitante só tem acesso a 5km. Hoje é um dos lugares mais visitados da Eslovênia.

Há algumas curiosidades sobre as cavernas: apesar de descoberta no século XVII, só foi aberta ao público em 1819. A iluminação elétrica foi instalada na caverna em 1884, antes mesmo da capital Ljubljana. Já existiam os trens desde o século XIX mas somente em 1945 é que os trens passaram a ser elétricos. No início do trajeto de trem a gente vê que as paredes da caverna estão pretas. O motivo foi que durante a Segunda Guerra Mundial os nazistas usaram a caverna para guardar mais de mil barris de combustível. Eslovenos inimigos destruíram os barris e o fogo se estendeu por dias, causando dano irreparável. A gente pode ver paredes negras no início da visita.

A visita é feita através de um tour guiado. É melhor comprar os ingressos online para escolha de dia e horário. Durante a compra online vai aparecer a opção de escolha de uma das quatro línguas (esloveno, inglês, alemão e italiano) para seu tour guiado. Se a pessoa quiser outra língua, há a opção de compra de audioguia em dezessete línguas. A visita dura 1h30.

A primeira parte da visita, de 2km, é feita através de um trenzinho elétrico. A gente passa por diversos ambientes e por túneis, e já é um grande impacto. O resto do percurso é feito a pé através de passarelas. É sensacional! E frio também, é bom dizer, então é bom levar um bom casaco e talvez até um gorro. Vi várias pessoas de gorro. O percurso a pé é bem tranquilo e seguro.

Há uma boa estrutura de estacionamento, restaurantes e banheiros na parte externa no entorno da caverna.

Para mais detalhes e compra de ingressos é só acessar o site: www.postojnska-jama.eu/en

Interior da Caverna de Postojna: interior impactante. (Foto: Mônica Sayão)
A primeira parte da visita é feita de trenzinho elétrico. A segunda é a pé, por passarelas.
(Foto: Mônica Sayão)
A qualidade da imagem não é muito boa por haver pouca luz, mas dá para se ter uma ideia. (Foto: Mônica Sayão)
Caverna de Postojna: várias formas e cores. (Foto: Mônica Sayão

2 – Castelo Predjama:

O castelo foi construído inicialmente no final do século XIII sob um arco natural em uma rocha, em um lugar de difícil acesso. No início do século XVI foi reformado mas destruído posteriormente por terremoto. Ainda no final do século XVI foi reconstruído e é essa a versão atual da construção.

O castelo pertenceu a famílias nobres ou pelo menos muito ricas até o final da Segunda Guerra Mundial, quando foi confiscado pelo governo iugoslavo e transformado em museu.

É aberto para visitação, onde há vários cômodos mobiliados mostrando a vida naquele tempo. Há também uma coleção de armaduras medievais bastante interessante.

Há um restaurante simples, mas muito agradável, bem em frente ao castelo. Foi ótimo parar lá para uma refeição com toda a beleza do castelo e seu entorno como pano de fundo.

O ingresso para o castelo pode ser comprado de forma conjugada com o ingresso para a Caverna de Postojna pelo site. Ou também pode ser comprado no local. Como disse anteriormente, a distância entre a caverna e o castelo é de 9km.

Castelo de Predjama: outra visita que vale a pena. (Foto: Mônica Sayão)
Uma das melhores coisas foi sentar nesse restaurante e fazer uma refeição ligeira, com esta vista! (Foto: Mônica Sayão)

• COMO CHEGAR

A cidade referência é Postojna e chega-se a ela de carro, de ônibus ou de trem. A partir de Ljublyana, por exemplo, de carro são 50km em 40min pela autoestrada A1. De trem é 1h10 até a cidade de Postojna, e de lá são 2km até a caverna, cerca de 15mim a pé.

• QUANDO IR

Acho que os melhores meses são de início de junho a final de setembro, quando os dias são mais longos e não é tão frio. De qualquer maneira, sugiro evitar os meses de julho e agosto, quando há muitos turistas.

Mônica Sayão

“Arquiteta de formação e de ofício por muitos anos, desde 2007 resolveu mudar de profissão. Desde então trabalha com turismo, elaborando roteiros e acompanhando pequenos grupos ao exterior. Descobriu que essa é sua vocação maior.”

“Arquiteta de formação e de ofício por muitos anos, desde 2007 resolveu mudar de profissão. Desde então trabalha com turismo, elaborando roteiros e acompanhando pequenos grupos ao exterior. Descobriu que essa é sua vocação maior.”

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *