9 de agosto de 2022
Lucia Sweet

É uma pena que as pessoas prefiram as ilusões para fugir da realidade

trump-hillaryFoto: Arquivo Google

Eu tenho a certeza que a esquerda ” progressista” não sabe perder e só defende a democracia quando seus candidatos vencem. E a parcialidade da imprensa acabou com a sua influência. Queremos fatos, não manipulações. Existe uma página de Opinião nos jornais e a opinião dos repórteres não é relevante, mas sim suas investigações. Notícia é muito diferente de fofoca, marketing e inuendos. Comento como leitora não-partidária, apenas observadora. Não sou americana e por isso não tinha candidato, nem poderia ter, nas eleições que elegeram o Trump. A imprensa e as pesquisas de opinião surpreenderam o mundo, não o Trump. E digo mais, caso Hillary tivesse sido eleita há oito anos presidente dos Estados Unidos, em vez do Obama, acredito que hoje o mundo seria bem melhor.
O que eu acho? Donald Trump não é o bicho papão e Hillary Clinton, Bill e principalmente a Clinton Foundation não são a Madre Teresa de Calcutá. A fortuna de Bill Clinton foi construída principalmente com palestras. Será que serviu de inspiração para o Lula? Você sabia que em 2012, além da Hillary ter elogiado o ” intelecto” da Dilma em seu livro e ter declarado que Dilma era um exemplo a ser seguido pelo mundo no combate à corrupção, logo depois a Clinton Foundation recebeu doações da OAS, Andrade Gutierrez e outras empresas brasileiras envolvidas no maior escândalo de corrupção do planeta? Ninguém elogia o ” intelecto” da Dilma de graça e Dilma foi acusada e está sendo investigada, junto com Lula, por obstrução da justiça. Dilma só combateu a corrupção dos inimigos. ( PS A Clinton Foundation também recebeu doações multimilionárias do Qatar e da Arábia Saudita, países que apoiam o terrorismo islâmico e que não receberam um único refugiado sírio – irmãos muçulmanos – ao contrário do mundo ocidental. Curioso isso, não? Ajuda humanitária ou colonização? ) (PS 2 Em 2013 a Clinton Foundation fez sua conferência global no Rio de Janeiro e Dilma Rousseff foi anunciada como oradora.) (PS 3 Como secretária de estado é impossível que a Hillary não soubesse da lavagem de dinheiro do esquema multibilionário montado por Lula e Dilma. Se Dilma fosse inocente não teria sido escolhida por Lula.)
Hillary, com sua “pantsuit revolution” atacou a maneira desrespeitosa de Trump se referir a mulheres numa gravação clandestina feita num vestiário. Hipocrisia?
A campanha para a presidência de Bill Clinton, então governador de Arkansas, contratou em 1992 um investigador particular com a reputação de não ter escrúpulos para destruir a reputação de mulheres que denunciassem terem tido encontros sexuais com o marido de Hillary. Uma delas, Gennifer Flowers, depois do Bill Clinton negar, divulgou gravações de conversas telefônicas com Bill Clinton confirmando as acusações, mas só anos depois Bill Clinton admitiu o affair.
As táticas adotadas com o conhecimento de Hillary – e segundo assessores próximos, sob as suas ordens – costumam ser denunciadas por defensoras de direitos humanos das mulheres. A ordem, segundo o memo do investigador, era atacar o caráter e a veracidade da Ms. Flowers até destruí-la completamente. Ms. Flowers foi acusada de ser uma mentirosa patológica.
A matéria publicada pelo The New York Times em 2003 é esclarecedora. Naquela época a imprensa era mais livre e menos manipuladora.
Não vou nem comentar Monica Lewinsky nem a destruição ilegal de e-mails. Também não vou comentar sobre Donna Brazile da CNN que vazou para a campanha de Hillary perguntas que seriam feitas num debate. Donna Brazile pediu demissão da CNN.
A verdade dói. É uma pena que as pessoas prefiram as ilusões para fugir da realidade.
Se você quiser me contradizer ou contestar o que escrevi é bem-vindo, mas antes leia o que está escrito nos links abaixo:
http://www.thedailybeast.com/articles/2016/04/18/hillary-clinton-praised-corrupt-brazilian-president-dilma-rousseff-for-her-transparency.html
http://freebeacon.com/issues/hillary-clinton-partner-corruption-scandals/
http://www.factcheck.org/2016/09/the-fbi-files-on-clintons-emails/
http://lawnewz.com/high-profile/yahoo-500-million-accounts-hacked-state-sponsored-actor/
http://www.americanthinker.com/blog/2016/10/fbi_agreed_to_destroy_evidence_in_clinton_email_investigation_immunity_deals.html
http://money.cnn.com/2016/10/31/media/donna-brazile-cnn-resignation/index.html
https://www.washingtonpost.com/news/global- opinions/wp/2016/11/10/im-a-muslim-a-woman-and-an-immigrant-i-voted-for-trump/
http://www.nytimes.com/2016/10/03/us/politics/hillary-bill-clinton-women.html
https://www.youtube.com/watch?v=xdfYiFpaxao   (colaboração de Roberto Pereira)
Para quem quiser ler sobre os 33 MIL e-mails que Hillary apagou ( na verdade a placa foi destruída) http://www.factcheck.org/2016/09/the-fbi-files-on-clintons-emails/

author
Jornalista, fotógrafa e tradutora.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.