Aliança Pelo Brasil

Nunca tinha ouvido falar no governador Witzel. Votei nele porque ele grudou no Flavio Bolsonaro e dizia apoiar Jair Bolsonaro. E também para não votar no Eduardo Paes, parceiro do Sergio Cabral e do estuprador de cabras.

Pensei que ele faria mais pelo Rio. No entanto, só fala em matar bandido e o Rio não melhorou em segurança. Ele não privatizou a Cedae. E os rios, praias e lagoas continuam poluídos. Esquece o turismo.

Megalomaníaco ao extremo, resolveu candidatar-se não à reeleição, em 2022, mas a Presidente da República!!!

Para isso, em vez de fazer um bom governo, acha que vai eleger-se atacando o Presidente Bolsonaro. Mais um traíra que cospe no prato em que comeu.

Last but not least, resolveu culpar o governo federal, isto é, atacar também o Ministro da Justiça e Segurança Pública Sérgio Moro, culpando-o da violência no estado. Pirou (como se dizia no Rio de Janeiro sobre alguém que perdeu o senso, o juízo).

É claro que Witzel não está fazendo um bom governo. Não voto nunca mais nele, a não ser que seja contra o Freixo, que vai se candidatar a prefeito. PSOL com apoio do PT, PCdoB et caterva. Que pesadelo!

Moral da história: a ambição cega.

Rumo à Aliança Pelo Brasil. Pela primeira vez na minha vida vou me filiar a um partido político. Fiz bem em esperar.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *