20 de abril de 2024
Colunistas Lucia Sweet

O que é a sua ação?

O mundo é dual e você tem liberdade para escolher entre o bem e o mal. Você só não tem liberdade para dizer o que pensa, porque é crime discordar do pensamento único vigente, mesmo que seja tudo mentira.

Não se esqueça, porém, que você só é livre até agir. Depois, fica atrelado ao resultado de suas ações.

Os hindus chamam a isso de karma. Ou, fez, fica! Como dizia meu amigo Antonio Olinto da Academia Brasileira de Letras (do tempo em que lá se falava no mínimo grego e latim e em que livros de valor literário eram escritos por seus membros), fundador do Prêmio Walmap, autor da trilogia que eu recomendo “A Casa da Água”, “O Rei de Keto” e o”O Trono de Vidro”.

Neste tempo de afromimizentos os livros narram a saga de Mariana, em busca de suas raízes culturais. Os avós de Mariana chegaram ao Brasil como escravos e ela decide voltar para a África, numa viagem inversa.

A série foi traduzida em 19 idiomas e os jovens paulofreirianos nunca ouviram falar de Antonio Olinto, que quando morou na Nigéria aprendeu a falar iorubá, antes de ser adido cultural em Londres.

Antonio Olinto almoçava toda semana com Paulo Mercadante e Roberto Campos, e nos almoços só falavam em latim, para não perderem a prática.

Bons tempos. Roberto Campos todos conhecem e Paulo Mercadante, entre outros livros importantíssimos, como “A Consciência Conservadora do Brasil”, escreveu também “A Coerência das Incertezas. Símbolos e Mitos na Fenomenologia Histórica Luso-brasileira”, publicado também em Portugal pelo Instituto Camões (maior prestígio, impossível), com prefácio aqui e lá, de Olavo de Carvalho. Talvez um dia eu escreva mais a este respeito. Como costumo dizer, eu e minha cultura inútil.

Para concluir este pequeno texto de pensamentos e lembranças, ninguém escapará do resultado de suas ações por não agir. Não agir é uma escolha. Recusar-se a agir é uma forma de ação. No caso, de omissão de ação.

Lucia Sweet

Jornalista, fotógrafa e tradutora.

Jornalista, fotógrafa e tradutora.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *