Vamos esquiar?

Isso! Esquiar na onda do mar!!!
Google Imagens – Dreamstime
Cada um de nós pode enxergar a mesma situação por ângulos diferentes. Pode fazer a mesma coisa de forma distinta. Mas nenhum de nós pode negar as coisas como elas são.
Algo pode ser relevante para uns e não ter a menor relevância para outros. Isso mostra quem somos.
Não é preciso ser igual  para gostarmos uns dos outros. Pensar igual, agir igual, ter a mesma opinião. Também não é necessário ser diferente para nos completarmos.
O mais importante está na base, os nossos princípios.
É o que nos permite sermos inteiros, ainda que muitas vezes em pedaços.
Mas não podemos permitir a fragmentação da nossa essência. Nem pelo outro, nem por quaisquer dificuldades ou situações por pior que sejam.
Se nos perdermos de nós mesmos somos como náufragos em mar aberto, sem terra a vista no horizonte. Cuide de si, no inicio e no final será você e com você mesmo.

Mesmo que a ocupação e a preocupação seja com terceiros, não se esqueça por aí, num canto qualquer.

E lembre-se do principal.

Seja alguém que possa se olhar no espelho.

Ainda que você tente não se lembrar de quem é, ainda que tente camuflar, esconder de todos, é impossível escapar de si mesmo.

O mal que se faz ou o bem que é feito fica como luz e sombra na sua existência, impregnado na sua alma.

Ninguém escapa de si mesmo.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *