Sanatório Geral

Efeito abstinência

A perda da mamata, do poder e da esbórnia causa alucinações que geram Fake News, surtos contínuos tentando destruir a imagem de quem fechou a chave do cofre.

O “HomiCID”, que se considera dono de Capitania Hereditária, se tivesse tentado passar com uma retroescavadeira por cima de grevistas ou numa área onde estivessem civis nos USA, seria alvejado com uma saraivada de balas, abatido no ato. Se saísse vivo, responderia pelo crime cometido. Um ato doloso. Qual o crime? Tentativa de Homicídio? Quais os agravantes?

Mas a historia do alucinado “genoCID” não tem pé nem cabeça, e parece que nem bala alojada em lugar algum. Não tem furo!
Vai ver porque ele não é jornalista.

Bala de calibre 40. Não seria tamanho 40? Falo da camisa que ele usava.

Ah, foi bala de borracha? Tipo bala de goma? Ou balinha lisérgica? Bala tarja preta? Ficou entalada na garganta? Não? Alojada no peito. Ooooooi? Será metáfora? “Carrega a bala no peito como se morto estivesse”…. Ficou até bonita a frase, mas o cabra recebeu até alta.

Deveria ter sido internado em alguma unidade psiquiátrica, tipo manicômio judiciário.

Afinal, se podem soltar corrupto condenado há mais de 20 anos com trânsito em julgado e em segunda instância, será que não dá para tirar de cena e enfiar na jaula esse “orelhão de abano”?

O Mickey Mouse está até soltando fumaça pelas ventas como de praxe.

Com certeza por causa da incógnita das balas.

Já sei…

Devem ter confundido com os bagos. Começaram pelo lado errado, pelo rabo do nefasto.

Desculpe, mas hoje estou usando o palavreado adequado à gente de menos.

Por falar em gente de menos…

Tem o Alcolumbre, o Maia e o presidente da OAB. Mas eles não são gente de menos, são “de mais”: tonelada, arroba.


Esses pesos-pesados peitando um presidente eleito com 58 milhões de votos.


Ah, vamos cortar a gordura…

Não é saudável!

Diz um ditado popular que gordura em excesso e pinto mole quando sobe pra cabeça causa danos irreversíveis.

A voz do povo é a voz de Deus.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *