26 de fevereiro de 2024
Colunistas Junia Turra

Para você que não viu na mídia e não verá e até hoje não sabe que: a Europa não se renderá…

Os manifestantes reagem ao lado de uma barricada em chamas, durante uma demonstração do movimento “coletes amarelos” em        Paris, França, em 16 de março de 2019. REUTERS / Philippe Wojazer

Paris ao vivo…  Protestos contra a reforma do Macron. Os europeus estão sendo arrochados e pagando a conta da imigração.

Cada asiladonhoncists em média 1200 euros, em casa, fora casa, comida, saúde garantida. O europeu pagando imposto, desde sempre altíssimo e cada vez mais alto.

E  vem o aumento de preços e taxas com a pauta do “salve o planeta”. Isso…

O CO2 que puxa o planeta para a Idade Jurássica enquanto Globalistas, sodomistas numa sociedade “nem tão anônima” querem o lucro e manter o poder total.

Eles, no espaço sideral ou em residências muitos metros acima do solo onde o caos vai imperar com veículos elétricos inúteis, e pessoas morando em caixotes. Isso… Estão impondo isso agora.

Na Europa, onde imóveis são normalmente pequenos, nada comparado ao Brasil, querem acelerar a reprodução humana, destruir todo. Pagaremos cada vez mais. A miséria será a regra, todos trabalhando absurdamente como formigas, cigarras cantando e no trono? Nenhuma monarquia, não, eles não querem reinar para súditos, eles querem reinar absolutos sem compromisso algum.

E a pauta vegan? Ah, vamos comer o que der: insetos, grama, terra plana e comeremos carne, uns aos outros…

É isso…

Não…

Somos nós que mantemos a riqueza e o poder dos donos do mundo. Se não pagarmos mais as taxas, se nos revelarmos rebeldes?

Assim como os europeus… e você nem sabe…

Quem não reage mesmo?

Aaaaaain! Quem disse que a Europa está dominada?

Quem está com  medinho, deprê, com ansiedade e entupido de tarja preta? Quem está com medo de lascar a unha e até de morrer?

Quem? E se a escolha for errada? E se a escolha for certa? Hein? Ah, aí viramos todos Highlander?

Aqui… O pancadão é outro.

Vive la France. E que o Petit Macron encontre logo, logo a Rainha de Copas…

E encontrará. Na contagem regressiva.

“Cortem-lhe a cabeça!”

Aliás, dos fantoches políticos e a turma coligada…

Cortem-lhes a cabeça!

Junia Turra

Jornalista internacional, diretora de TV, atualmente atuando no exterior.

Jornalista internacional, diretora de TV, atualmente atuando no exterior.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *