17 de abril de 2024
Colunistas Junia Turra

Onde está a mamãe?

Achooou… Bem aqui, no Dia das Mães!

Filhos? Apareceram hoje…

Mas a partir de amanhã, tudo normal.

O dia inteiro no berçário, jardim de infância, com a babá, os avós.

Nasceu?

Enfiam o celular e toda a parafernália tecnológica.

Uns choram a saudade dos brinquedos da infância.

Peão, pular corda, pular amarelinha, subir em árvore, andar de patinete, bike…

Pois é, tudo o que as crianças na Europa costumam fazer.

Mas no Brasil varonil, neném não sabe falar mamãe, mas pega todos os bichinhos no joguinho do tablet…

Ah, ficam lindos na foto do celular. Olha lá no Instagram!

A festa espetacular de 6 meses, um ano, precisa causar…

Família? Onde?

Depois reclama do país que vive e dos filhos que tem…

A culpa será da escola, dos amigos, do sistema político. Terceiriza o filho.

E se adequa de forma empoderada na empatia com o bando que escolher seguir. Seja esse ou aquele.

Mea culpa? Nem pensar…

Não entende que a coisa toda está na base, na formação, na dedicação e na referência que se estabelece.

E que ser Mãe é pessoal e intransferível.

Dia das Mães? Faça por onde…

Toma que o filho é teu!

Porque está aí na nossa cara o resultado: os milhares de “Filhos da P… átria” que polarizam o país para mamar em cima. E os milhões que entram no jogo porque foram criados numa sociedade omissa.

Fora os filhos enfiados na droga, infantiloides, sem conexão com os valores e princípios de gente que deu muito duro para se estabelecer.

Mamãe? Cadê?

No Dia das Mães, crítica que é bom ninguém quer fazer.

Mas mãe que é mãe, é mãe todo dia.

É amiga dos filhos mas não esquece da dedicação e da hierarquia.

Veja o vídeo: https://www.facebook.com/806219559/videos/637562327807395/

Junia Turra

Jornalista internacional, diretora de TV, atualmente atuando no exterior.

Jornalista internacional, diretora de TV, atualmente atuando no exterior.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *