20 de abril de 2024
Colunistas Junia Turra

O dia dele, de São Nicolau…

São Nicolau foi quem inspirou a criação do Papai Noel no imaginário popular…

O dia 6 de dezembro é o dia dele.

E, especialmente, as crianças ganham balas, frutas e flores… Tudo colocado nas meias ou escondidos em lugares não muito difíceis de achar…

A aura e a tradição do Natal, em suas delicadezas e pormenores, que em países como o Brasil as pessoas não tem a menor ideia do que seja.

Muitos nem tem ideia de quem foi São Nicolau. E outros, querem mesmo que a história dele seja esquecida…

São Nicolau, o “Papai Noel” , é um dos símbolos mais lindos do Natal…

Natal são “delicadezas” – gentilezas e presentes feitos com Aaor – uma vela em forma de músico, de anjo, de mãos em oraçã , uma caixinha decorada e um abraço, um beijo, cozinhar junto. São os “pouquinhos” em momentos:

Cantar, dançar, rir e estar mesmo juntos.

Natal é simplesmente a simplicidade do “estar e ser”… Pureza, alegria, leveza, suavidade.

Não é encomendar banquetes ou se reunir com gente da família que se detesta e dizer:

“Ai querida, vc está ótima!” , ou abraçar o chefe odioso ou o colega de trabalho asqueroso e dar aquele presente de amigo secreto dizendo: Feliz Nataaaal … E se entupir de comida, bebida, de presentes, muitos presentes, caros, pagos em mil prestações…

Ou à vista como resultado de atos tão discrepantes do espírito do Natal.

Mas por dentro? Nada…

Natal é dentro de nós.

De dentro pra fora.

O Brasil é mesmo um país superficial e, lamentavelmente pobre, ainda que as pessoas esbanjem, especialmente em redes sociais, suas belezuras e bens. Lamenta-se.

Junia Turra

Jornalista internacional, diretora de TV, atualmente atuando no exterior.

Jornalista internacional, diretora de TV, atualmente atuando no exterior.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *