26 de maio de 2022
Junia Turra

#InformeBolsonaro

Vai subir hashtag ou vai informar o que o governo Bolsonaro faz?
Que tal, ambos?
As informações dos governos passados:
Rombos, falcatruas, são impressionantes.
E o trabalho contínuo para desarticular os esquemas.
Informe-se e passe a informação!
Acorda que o mundo todo está na mesma luta!
Cada dia a esquerdalha e a turma dos poderosos tenta derrubar o Bolsonaro, o Trump, o Salvini, o Orbán, o Putin.
Repito, o Putin! (isso mesmo, porque ele barrou lá atrás a pauta da esquerda americana dos Clinton, Obama e do Soros : gênero, feminazi, fim da cultura greco-romana. E Putin tem uma popularidade acima dos 80% . Rússia First!
Afinal não fomos e ainda somos quintal do American First? Agora Trump tenta segurar a América e cada um segurar a sua identidade contra a globalização esquerdopata islâmica.

Soros na veia….
Soros e Cia Ilimitada conseguiram derrubar o governo austríaco, mas por inabilidade do chanceler novato bem intencionado Sebastian Kürz, 32 anos.
Ele realmente meteu os pés pelas mãos e se apavorou com a pressão da imprensa esquerdopata da Merkel. Mas assumiu a chefe do “Supremo” austríaco, que é uma mulher de 70 anos e “íntegra”. Eleições ano que vem e de novo Sebastian deve ganhar.
Se prepare!
A turma do Soros não para. E você vai ficar ansioso a cada minuto até aprender a lidar com isso. Tomara que sem tarja preta.
Eles não desistem!

Anteontem era “solta Lula”, ontem, “droga no avião presidencial” – e nem era o que estava o presidente. Até a mídia esquerdopata da Merkel apenas citou e entre aspas, porque a armação foi fraca.
Mas, no “anteontem do solta Lula”, Gleenwald foi à comissão da Câmara em Brasília e defenestrou Moro: ridicularizou e deu ordens como se fosse chefe do país. E você subia “hashtag”.
“Estão pedindo para subir a Hashtag…”
Me desculpe, pode dar aquela sensação de “sou da torcida organizada, ebaaaaa”, mas preste atenção também aos fatos.
Porque, enquanto isso, quem está em campo sem hashtag é a criminalidade organizada e do outro lado, o Bolsonaro, o Moro, o Paulo Guedes, a Damares e os ativistas. Você ainda não aprendeu a usar o termo porque ativismo de hashtag é algo como assistir a galinha pintadinha.
Se quer subir Hashtag, ótimo: mas faça o mesmo com a informação. Corra atrás dela. Dê a correta. Sem preguiça.

Tem mais….
A falta de informação de quem deveria saber informar mostra como a nossa imprensa há tempos é despreparada. Com exceções. A maioria, hoje, na mídia alternativa ou, tendo que ficar de boca fechada e cumprir ordens nas redações.
Um exemplo…
Jornalista com mil anos de janela me diz que é preocupante que Paulo Guedes tenha trabalhado em tal governo carioca que tinha esquemas corruptos. Outro diz que Moro foi esquerda ou que Moro aprovou a Svabó para o instituto Igarapé.
Paraaaaaa!
Paulo Guedes é profissional. Outros candidatos à Presidência também o convidaram.
A primeira se esquece que fez campanha política em tempos em que os órgãos de imprensa liberavam os profissionais e os partidos pagavam em dólar via Caixa Dois!
Desde sempre imprensa e governo juntos.
Afinal, todo vereador sonha com uma concessão de rádio ou TV…
Aí os sindicatos passaram a querer também. Até virarem os grandes acionistas de empresas como a Vale do Rio Doce. Graças a quem? Ao sujeito que continua soltinho e incólume, fez as privatizações de Estado e ainda não nos contaram quantos % ele e a turma dele levaram.
Que tal olharmos nos bancos nos USA, Espanha, França e certos paraísos fiscais? Além, of course, das Fundações e ONGs…
“Estão pedindo que subam a hashtag desse jeito #PrendeFHC”!
Mas antes…
Vá se informar melhor e ativismo é diferente de passivismo, taokay?

author
Jornalista internacional, diretora de TV, atualmente atuando no exterior.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.