13 de junho de 2024
Colunistas Junia Turra

Caixa de Pandora

Imagem: Superinteressante – John WIlliam Waterhouse – domínio público

O brasileiro tem memória curta…

Gosta de falar muito e se preocupa com coisas que não são da conta dele. O que a vizinha faz ou o fulano e a fulana de tal. Se não paga a conta deles, vá se informar sobre aquilo que é pago em tributos e impostos.

Que tal saber sobre as leis que regem o país para não engolir falácias e virar boneco de ventríloquo de gente que ganha muito posando de esquerda x direita.

Exemplo: “art. 5o da Constituição: todos são iguais perante a lei, independente de raça, sexo e religião…

Portanto, homens e mulheres são iguais. A opção sexual cabe nos Direitos e Garantias Individuais, a Liberdade de expressão e o Direito à propriedade particular estão garantidos. E os códigos específicos completam.Femininininicidio”?

Ooooi? Homicídio culposo ou doloso?

Simples ou qualificado?

E a pena é determinada dentro destas circunstâncias. Se houve dolo (a intenção de matar), se a vítima era criança, idoso, mulher, indefeso ou doente, se houve requintes de crueldade, motivo torpe…

Mas a pena máxima, juntando todos os crimes, é de 30 anos mas com os antecedentes, nem esquentam lugar.

O que tem que mudar é a pena!

Richthofen, Nardoni e o político Jairinho saem logo ao invés de uma perpétua. Até o corrupto do PTB fica brincando de ameaçar o STF e todo mundo cai. Como se ele soubesse algo que tantos já sabem. Por que o STF não coloca o tal Roberto Jefferson de volta na jaula?

Ele acabou de cumprir a pena?

E fica aí criando futuros candidatos como o dipRomado Taquinho, o “repórtivestigativo”. Tipo o outro dos pingos nos is…

No dia da votação da Segunda Instância no STF, o fulano e a produção do programa levam o Glenn. Ooooi? Mas não deveria ser um jurista, alguém da área jurídica?

Tapinha de filme pornô e subiram a hashtsg “somostodosAugustoNunes”… O fulano que apresentou o programa carro-chefe da TV Cultura, o Roda Viva, que tem sempre indicação política. Adivinhem o cacique do PSDB que o distinto idolatra ou “idolatrava”?

Or, este eixo Rio-Bahia…

Já que falamos de engodo, como é que fica o fulano do AntaHedonista? O que abriu manchete na própria página dizendo: “Morre o pai do jornalista Diogo Mainardi”.

Zé Ruela…

A manchete deveria ser:

“Morre o grande publicitário Enio Maninardi, “marido da grande fotógrafa Tereza Mainardi. Deixa 3 filhos, entre eles o jornalista…

Quem nasceu pra Diogo, nunca chegará a Enio.

O sobrenome ajuda, mas o que define é o nome pessoal e intransferível do indivíduo.

8 anos depois faço a devida correção!!!

8, lembra 8 milhões….

É essa a quantia para apresentar o programa na TV Cultura de audiência “traço”?

Junia Turra

Jornalista internacional, diretora de TV, atualmente atuando no exterior.

Jornalista internacional, diretora de TV, atualmente atuando no exterior.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *