19 de maio de 2024
Junia Turra

Brasil: Pela salvação dos querubins chatos e a extinção dos safados de asas caídas


No inferno instalado ao sul do Equador eis que bradam vozes histéricas pela permanência do pedófilo Temer. Isso, isso! Só mesmo criancinhas abusadas para ter visão tão fantasiosa da realidade! Santa Inocência, Batman!
Se Dilma é incompetente e escancarou a porteira aberta por FHC e Lula para a bandidagem reunida suprapartidária, é possível mesmo que cidadãos honestos com mais de dois neurônios conectados queiram a permanência do par de jarro da distinta vitima do “gópi”?
Que golpe de imbecilidade é essa que move quem apoia a permanência de Temer? Um presidente canalha e bandido que recebe um criminoso cheio de ypsilons de Alfenas com uma pachorra de gângster de filme pornô?
“Não temos quem colocar”. Opa!!! Então vamos colocando e tirando. Mas aceitar a permanência de um bandido com sua gangue mantendo o mesmo status quo que continua beneficiando todos eles: a dona Dilma, que viaja às nossas custas para eventos na Europa e carregando um stuff de dar inveja às famílias reais.
E ainda tem quem grite pelos militares. Cadê eles? Um amigo me enviou um vídeo de uma bateria de um grupo de militares brasileiros. Sofrível! A que ponto chegamos. Limitação tamanha que perdemos o parâmetro de avaliação. Isso é muito sério.
O nosso futebol é o melhor do mundo e houve um complô e compra de resultados nas últimas Copas? Não!!! Foi (só) 7 a 1 graças à caridade e gentileza dos alemães . Danke!!!
E no balacobaco musical? Sertanejo de raiz sumiu do mapa e o que temos, independente de gosto pessoal, é musicalmente paupérrimo.
Ah, mas a bateria, o Carnaval… Que dó, viu!!! Uma voltinha no Carnaval europeu “de raiz” , e é uma tradição mais velha do que a América e a ex-colônia de Portugal, terrinha Brasilis, e a cara arrogante cai. Mas cai mesmo!
O nosso atraso é camuflado por frases de efeito: “Deus no controle” e “gratidão!”.
Gratidão pela merdorreia instituída? E Deus no controle para quem? Pra você cidadão?
Mas eis que no final de expediente, avenida importante, sujeito para o carro em plena via, liga o pisca-alerta, desce e fica batendo papo na porta de uma escola.
Qual a reação do brasileiro? Falar do ocorrido. Fala que é um absurdo. Vai, volta, e observa o sujeito alegremente ainda atravancando o trânsito e… Os brasileiros falam… Entre si…
Mas e a foto com a placa e a identificação do local, mandaram para a polícia? E desceram do carro, um e mais um e mais outro cidadão e mandaram o outro sair dali? Não!
Mas “posso levar um tiro”, “vou perder tempo”. Ah, e se alguém fizer isso: reclamar, é ele o errado porque “causou stress”.
Fique você apoiando o seu presidente Temer e fingindo de égua para tudo que acontece ao seu redor. Ah, você também joga lixo na rua, para na faixa de pedestre e critica sua mulher ou filho quando ele te repreende. E se for o marido: ah, que machista! Ou… Misógino.
Pois é, que falta faz uma bastilha… Para corruptos de todos os gêneros e seus asseclas já se olhou no espelho hoje?
(O vídeo abaixo é Peter Fox, rapper espetacular da Alemanha e os americanos do Cold Steel, uma bandinha tradicional do Sul dos Estados Unidos, que Peter Fox elevou à enésima potência. Mais um 7 a 1 na sua fanfarra e fanfarronice .

Junia Turra

Jornalista internacional, diretora de TV, atualmente atuando no exterior.

Jornalista internacional, diretora de TV, atualmente atuando no exterior.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *