17 de abril de 2024
Colunistas Junia Turra

A propaganda é a alma do negócio

“Nunca ouvi tantas verdades. Lavou a alma dos brasileiros”

Quantas vezes você tem recebido vídeos com essa frase em destaque?

Não dá!

É um clichê no “superlativo”.

O Criador do slogan não percebe que não vai ter pegada por muito tempo.

A frase feita pra causar precisa do “toma lá, dá cá”.

Cadê o resultado?

O efeito bumerangue não acontece.

E o produto?

Vai perdendo a credibilidade do público.

Preste atenção:

Depois de alguns vídeos com essa legenda, tanta verdade em enésima potência, teria provocado uma limpeza na alma dos brasileiros…

Mas a realidade mostra que a roupa continua suja e o encardido dela não saiu.

E dá-lhe repetição do “tudo ou nada, estilo ” Independência ou Morte”.

Uma hora enche o saco.

E encheu, igual a sabão em pó.

Se não limpou a roupa, o consumidor vai procurar outro produto.

Então…

Que tal fazer um ajuste simples?

Ao invés disso:

– “Nunca ouvi tantas verdades.” Lavou a alma do brasileiro”…

Vamos mudar para isso:

“Grande verdade”.

“Lavou a alma”.

ou

“Verdade verdadeira. Lavei a alma!”

Muitas vezes, menos é mais…

Junia Turra

Jornalista internacional, diretora de TV, atualmente atuando no exterior.

Jornalista internacional, diretora de TV, atualmente atuando no exterior.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *